Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

FGTS: Caixa amplia prazo para correntistas do banco anteciparem o saque de R$ 500


O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

A Caixa Econômica Federal resolveu prorrogar o prazo para os correntistas do banco autorizarem o saque imediato do FGTS. Agora, os trabalhadores que quiserem receber até R$ 500 entre 13 de setembro e 9 de outubro terão mais tempo para liberar o crédito. Primeiramente, a Caixa tinha determinado o prazo até o dia 25 de agosto.

FGTS: Caixa amplia prazo para correntistas anteciparem o saque de R$500
FGTS: Caixa amplia prazo para correntistas anteciparem o saque de R$500

Antecipação do saque do FGTS para correntistas da Caixa

Antes de tudo é preciso entender como funcionam os saques do FGTS. De acordo com o calendário divulgado pela Caixa, a partir de 13 de setembro será realizado o primeiro pagamento do benefício para os trabalhadores que têm poupança no banco.

Nesse caso, não é preciso autorizar o depósito porque ele é automático. Ou seja, o crédito vai entrar direto na conta do trabalhador.

De acordo com a programação, quem é correntista da Caixa só poderia sacar o dinheiro a partir de 18 de outubro. Entretanto, para eles o banco disponibilizou a opção de antecipar o pagamento.

Sendo assim, os trabalhadores precisam entrar em contato com a Caixa para autorizar o depósito e então receber o valor em sua conta corrente.

Vale lembrar que o pagamento do FGTS será liberado de acordo com o mês de aniversário de cada contribuinte. Confira todas as datas mais abaixo.

Novo calendário

O novo calendário estabelece três prazos de acordo com o mês de aniversário. Veja:

  • Nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril: se autorizarem até 8/9, recebem em 13/9
  • Quem nasceu em maio, junho, julho e agosto: se autorizarem até 22/9, recebem em 27/9
  • Já os aniversariantes de setembro, outubro, novembro e dezembro: se autorizarem até 4/10, recebem em 9/10.

Para quem nasceu de janeiro a abril, o prazo se encerrou no último domingo e, portanto, não será possível receber na sexta-feira (13). Porém, quem autorizar o saque poderá receber o valor no dia do próximo pagamento, previsto para 27 de setembro.

Leia ainda: Saque do FGTS pode ser realizado em casas lotéricas; saiba como

Como liberar o saque para receber os recursos do FGTS?

Os trabalhadores que têm direito aos recursos precisa autorizar a transação através do internet banking, do aplicativo do FGTS, do telefone de atendimento (0800-724-2019) ou nas agências da Caixa.

Os correntistas que não escolherem a opção de crédito em conta poderão receber o pagamento através do depósito automático. Entretanto, o valor só será liberado a partir de 18 de outubro, seguindo o calendário divulgado pelo banco.

Quem tem cadernetas de poupança e correntistas também podem receber a partir do dia 13 de setembro, desde que optem pelo pagamento via depósito automático.

Veja como vai funcionar o saque das contas ativas e inativas do FGTS

Para quem tiver conta poupança na Caixa, os saques começam a partir de 13 de setembro; para quem não tiver, a partir de 18 de outubro. Além disso, os saques estarão disponíveis até 31 de março de 2020.

Será permitido, portanto, sacar de todas as contas que tenha no FGTS, ativas ou inativas.

As contas ativas dizem respeito ao emprego atual, ou seja, é a conta que está atualmente aberta pela empresa em que a pessoa está trabalhando. Já as contas inativas são aquelas que foram abertas em empresas que a pessoa já trabalhou anteriormente.

Não há limite do número de contas para os saques. Por exemplo, se o trabalhador tiver três contas entre ativas e inativas ele pode sacar até R$ 1.500 – R$ 500 de cada conta. Contudo, se tiver R$ 300 na conta, por exemplo, poderá retirar o valor total. Mas o trabalhador só poderá fazer um único saque de cada conta.

Vale lembrar, ainda, que o cidadão continuará a ter direito à retirada integral do valor do FGTS, em caso de demissão sem justa causa e mais a multa de 40% sobre o valor total depositado.

Confira os calendários de saques:

Calendário saque FGTS
Calendário saque FGTS
Calendário saque FGTS
Calendário saque FGTS

Leia mais: FGTS: Qual a diferença entre saque imediato e saque aniversário? Entenda tudo


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!