Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

FGTS: governo pode criar saque anual de aniversário

Medida do governo pretende impulsionar o consumo e aquecer a economia


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

O saque das contas do FGTS pode ficar limitado a R$ 500,00 por ano, começando agora em 2019. O governo ainda pode apresentar uma nova proposta, em virtude da pressão do setor imobiliário que teme por perder financiamentos, já que o FGTS é a principal fonte de recursos para o setor. A ideia é criar a modalidade de saque aniversário.

FGTS: governo pode criar saque anual de aniversário
FGTS: governo pode criar saque anual de aniversário

Recursos do FGTS poderão ser sacados anualmente pelos trabalhadores

A partir do ano que vem, a ideia é que os trabalhadores tenham direito a uma nova modalidade de retirada.

Essa modalidade seria uma espécie de “saque aniversário”.

Além disso, o valor máximo de R$ 500,00, tanto para as contas ativa (contratos atuais) e inativas (contratos encerrados), seria o limite de saque.

Essa regra seria independente da quantidade de contas que o trabalhador tenha.

O limite foi discutido nesta segunda-feira em uma reunião no Ministério da Economia.

Dessa forma, o impacto para o financiamento do FGTS ao ramo da construção fica mais restrito.

A partir do ano que vem, os trabalhadores poderão continuar a usufruir dessa nova modalidade de retirada dos recursos.

Entretanto, se o trabalhador escolher essa opção, terá que abrir mão do resgate total, se demitido sem justa causa.

Leia ainda:Financiamento custo zero: saiba como conseguir dinheiro mesmo negativado e tire sua ideia do papel

Iniciativa do governo de liberar o FGTS busca estimular a economia

O governo passou a estudar as liberações no FGTS como forma de estimular a demanda por consumo.

As estimativas oficiais de crescimento passaram de 2,5% no começo do ano para 0,81% recentemente.

O governo chegou a cogitar uma liberação de 35% do saldo das contas com até R$ 5 mil, contudo, é possível que a medida seja aplicada a contas com valores menores.

Além disso, a equipe econômica não pretende fazer com a liberação do FGTS seja algo pontual.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, chegou a comparar a iniciativa como uma medida paliativa, um “voo de galinha”.

Portanto a ideia é que essa medida seja algo permanente e que traga benefícios crescentes para a economia do país.

Waldery Rodrigues, secretário especial de Fazenda, afirmou nesta segunda-feira (22) que a medida que está sendo analisada vai representar um choque tanto do lado da oferta como da demanda.

“Queremos despesas controladas, crescimento econômico melhorado, melhoria no mercado de trabalho, e reduzindo rotatividade excessiva que prejudica o trabalhador mais pobre. São medidas que trarão soluções para a economia não somente no curto prazo, mas que permita o produto potencial da economia brasileira passar a ter outro patamar”, disse.

Liberação do fundo de garantia pode ter pouco efeito

No Ministério da Economia, porém, há quem acredite que um valor tão baixo vai ter pouco efeito na atividade econômica neste ano.

Muitos especialistas, inclusive, acreditam que grande parte dos recursos não serão destinados ao consumo, como almeja o governo.

É possível que os recursos sejam direcionados para outros investimentos mais rentáveis, ou até para o pagamento de dívidas.

Anúncio sobre o saque das contas do fundo de garantia deve ocorrer nesta semana

O presidente Bolsonaro disse que o anúncio deve ser feito nesta quarta-feira, 24 de julho.

Na Caixa, há reclamações de que será preciso um grande esforço para atender os clientes que forem realizar os saques.

Será necessário um horário especial nos fins de semana, sem nenhum tipo de retorno para o banco.

Leia ainda:Empréstimo pessoal online: dinheiro em até 1 dia útil; conheça a Geru


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!