Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Empréstimo pessoal para reorganizar a vida? Veja como usar o dinheiro de forma inteligente


O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

Muita gente quer pegar um empréstimo pessoal para pagar dívidas e reorganizar a vida financeira. No entanto, é sempre bom, antes de solicitar o crédito, saber como dar bom uso ao dinheiro para, de fato, ajudar ao invés de piorar as coisas. Entenda mais.

Precisa de um empréstimo? Confira 5 passos para seguir antes de solicitar o crédito
Precisa de um empréstimo? Confira 5 passos para seguir antes de solicitar o crédito

Como usar de forma inteligente o empréstimo pessoal

Antes de pedir um empréstimo pessoal, é necessário traçar um planejamento para  o bom uso do dinheiro, além de pesquisar as melhores opções.

Estratégias para reorganização financeira:

  • Pegar um empréstimo para quitar uma dívida mais cara

O cliente pode substituir a dívida do cartão de crédito ou do cheque especial, pela dívida de um empréstimo pessoal. Afinal, enquanto os juros do cartão de crédito ficam em torno de 10%, o empréstimo pessoal cobra juros que variam de 5% a 7%.

Ou seja, fazendo assim, o cliente poderá pagar juros menores e reorganizar a vida financeira. Essa é uma das melhores estratégias de reorganização financeira.

Veja também: Bradesco disponibiliza negociação de dívidas no SPC/Serasa pela Internet

  • Centralizar as dívidas em uma única operação

Quando se tem dívidas em muitos lugares diferentes é possível que o consumidor perca vencimentos, prazos e acabe com as contas atrasadas.

Além disso, ter muitas dívidas espalhadas é um passo para o descontrole.

Neste sentido, utilizar o empréstimo pessoal para quitar todas as dívidas e centralizar em uma única operação pode ser uma ótima estratégia.

Afinal, dessa forma, o consumidor terá apenas uma data de vencimento, uma parcela e assim, poderá se organizar melhor.

  • Analise bem o valor que você vai precisar, antes de solicitar o empréstimo

Pode parecer tentador pegar todo o limite disponibilizado pelo banco ou por uma financeira. No entanto, é preciso cautela já que todo o valor terá que ser devolvido com juros.

Assim, o ideal é cortar o máximo de custos e economizar bastante antes de solicitar o crédito.

Fazer uma análise real da sua capacidade de pagamento é fundamental, portanto, não adianta pegar um empréstimo numa condição que esteja além das suas condições.

Uma dica é, antes de solicitar o dinheiro, fazer um levantamento completo das despesas e receitas para ver com clareza o quanto vai ter disponível no final do mês para pagar a parcela do empréstimo.

Pesquise, antes de escolher onde fazer o empréstimo

Antes de contratar um empréstimo pessoal é preciso pesquisar. Existem muitas opções no mercado e, certamente, algumas delas serão mais vantajosas que outras.

No entanto, vale lembrar que nem sempre o juros mais baixo é vantajoso. Isso porquê, em muitos casos, os custos com outras taxas superam o valor total do que possui um juros maior.

Ou seja, é preciso considerar o custo total do empréstimo, o CET (como taxa de contratação, imposto e os juros). Somente assim, o cliente consegue se certificar de que realmente está fazendo um bom negócio.

Saiba se você pode pegar um empréstimo pessoal

Os empréstimos pessoais têm lá suas vantagens:

  • não exigem garantia real;
  • tem rápida aprovação;
  • não precisam de muita burocracia, muitas operações são 100% online.

No entanto, não são liberados com tanta facilidade em alguns casos. Afinal, bancos e financeiras avaliam o score do cliente, que é a nota que ele possui no Serasa. Quanto mais alto for, maiores serão as chances de conseguir o empréstimo pessoal.

Afinal, isso significa que o cliente é um bom pagador e que os riscos de inadimplência são pequenos.

Além disso, para solicitar um empréstimo pessoal, é necessário que o cliente resida no Brasil, seja maior de 18 anos e apresente documentos como RG, CPF, comprovante de residência e renda.

Leia mais: Limpar o CPF no SPC e Serasa? Descubra quando o empréstimo vale a pena

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!