Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

13º salário para pagar dívidas? Ter estratégias certas podem ser solução; saiba mais


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

18 de novembro – De acordo com um estudo realizado pelo IPESPE (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas), cerca de 36% dos brasileiros irão usar o 13º salário para pagar dívidas. No entanto, até para sanar pendências financeiras, é necessário uma boa estratégia. Isso, claro, para que o recurso seja aproveitado da melhor forma possível. Saiba mais.

Saiba mais:

Saiba quem tem direito e quais são os prazos do décimo terceiro.

Qual o passo a passo para usar o 13º salário para pagar dívidas?

Como usar o 13º salário para pagar dívidas
Como usar o 13º salário para pagar dívidas

Por incrível que pareça, muitas pessoas não sabem o quanto devem de fato. Portanto, antes de mais nada, o primeiro passo para utilizar corretamente o 13º salário para quitar dívidas é listar todas as pendências que se possui.

Saiba mais:

13º salário do Bolsa Família começa com treinamentos em estado brasileiro.

Uma maneira de fazer isso é solicitar junto à empresa credora, uma discriminação dos valores devidos a ela. Esse documento deve contar o motivo da dívida, a quantia principal e os juros cobrados.

Analisar as condições de pagamento da dívida

A empresa credora deve apresentar uma proposta com as condições de pagamento. Isso inclui a quantidade de parcelas da negociação, os prazos de pagamento, os juros cobrados e o respectivo valor das parcelas.

Caberá ao consumidor, portanto, analisar com cuidado os cálculos, para conferir se realmente está tudo certo ou se consta algum tipo de exagero.

Caso tenha dificuldades para fazer isso, o recomendado é pedir ajuda, inclusive para órgãos públicos, como o Procon, por exemplo.

Use o 13º salário para amortizar os débitos

A amortização nada mais é do que uma diminuição da dívida, por meio de pagamento gradual ou parcial combinado entre as partes.

Em outras palavras, o consumidor pode usar o seu décimo terceiro para quitar uma parte da dívida, como uma espécie de entrada, diminuindo o tamanho da pendência.

Dessa forma, a soma restante, que ficou menor, pode ser parcelada em valores mais acessíveis.

Comece com as dívidas mais caras

Outra dica valiosa para quem vai usar o 13º salário para pagar dívidas é começar pelas pendências mais caras, como cartão de crédito e cheque especial, por exemplo.

Tais dívidas costumam ter juros mais altos e quanto antes forem abatidas, melhor para o consumidor.

Saiba mais:

Nome sujo no SPC/Serasa: qual o melhor uso do 13° salário, presentear ou quitar dívidas?.

Além disso, deve-se usar o recurso como instrumento de barganha, a fim de conseguir condições melhores de pagamento e redução de juros.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!