A Netflix realizou a divulgação nesta terça-feira, 13 de novembro, do trailer do filme Roma, cujo roteiro e direção fica a cargo de Alfonso Cuarón. O longa-metragem foi selecionado para representar o México na concorrência pelo prêmio de melhor filme estrangeiro no Oscar de 2019.

A produção estará presente em alguns cinemas no dia 21 de novembro e terá sua estreia na plataforma de streaming na data de 14 de dezembro. A tática de lançamento adiantada no cinema é justo com a intenção de poder disputar a premiação.

Roma mostra a história de Cleo (Yalitza Aparicio), uma moça que trabalha como  para uma família em Roma, que é na verdade um bairro de classe média na Cidade do México na década de 1970.

Em um projeto muito pessoal, Cuarón faz uma espécie de retorno a própria infância para montar um retrato intimista e emocionante de uma família buscando manter o equilíbrio em um período recheado de conflitos de cunho pessoal e agitações políticas.

O longa-metragem transforma-se no retorno de Cuarón à direção desde o filme Gravidade (2013), obra pela qual ele foi o vencedor dos Oscars de melhor direção e edição. O diretor mexicano também recebeu uma indicação ao prêmio mais importante do cinema pelos roteiros dos filmes Filhos da Esperança (2006) e E Sua Mãe Também (2001).

Além do brilhante currículo do diretor Cuarón, Roma se posiciona na disputa da premiação com a vantagem de ter ganhado o Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza, um dos mais prestigiados do planeta. Dentro do histórico do Oscar, o México recebeu indicação oito vezes como melhor filme estrangeiro: a mais recente indicação aconteceu em 2010, com Biutiful, do diretor Alejandro González Iñárritu.

De acordo com o site IndieWire, cuja especialidade é o cinema independente, Roma tem grande probabilidade de conseguir uma vaga não somente entre os filmes estrangeiros, como também nas categorias de melhor atriz, melhor diretor, melhor fotografia, melhor design de produção, melhor edição e até também melhor filme.

Caso o investimento da Netflix no filme Roma culmine na indicação à estatueta, esta será a primeira vez na qual a plataforma de streaming disputará o título de melhor filme estrangeiro.

Também se configurará como a estreia da plataforma na premiação com um filme de ficção original. Agora em 2018, Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi entrou na concorrência por quatro Oscars, porém era uma compra da plataforma e não uma produção original dele, tanto que, em terrar brasileiras, o longa não se encontra disponibilizado no catálogo.

Colabore, deixe seu comentário logo abaixo!


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here