Top Stores

- Publicidade -

Gato é perigoso para grávidas: Mito ou Verdade? Veterinária esclarece

Saiba os esclarecimentos da Dra. Bruna Hermes Nedel (CRMV-RS 12949), uma especialista no assunto

Muitos acreditam que a mulher estando grávida precise se desfazer de seus pets, principalmente se for um gato! No entanto, será que os gatos apresentam mesmo perigo para as novas mamães? Portanto, trouxemos hoje (17/07) no Diário Prime uma matéria com a seguinte pergunta: Gato é perigoso para grávidas? Confira a seguir os esclarecimentos da Dra. Bruna Hermes Nedel (CRMV-RS 12949), uma especialista no assunto.

Gato é perigoso para grávidas? Mito ou Verdade: entenda
Gato é perigoso para grávidas? Mito ou Verdade: entenda – Imagem: CANVA

Gato é perigoso para grávidas?

Essa é a dúvida de muitas mulheres quando descobrem que vão ser mamães. Principalmente se o seu amigo peludo é um gatinho.

A gravidez é um momento lindo, e a futura mamãe deseja que tudo saia bem e, da melhor maneira possível. Além disso, que seu bebe não tenha nenhuma complicação. Portanto, quando se tem animal de estimação em casa é normal que surjam questionamentos e até um certo tipo de angústia.

Contudo, muitas pessoas acham que durante a gravidez, a mulher tem que decidir entre o bebe e o seu gatinho.

Nesse sentido, a Dra. Bruna esclarece que:

“de maneira alguma é verdade. Pelo contrário, durante a gravidez, a mulher pode sim ter contanto com animais, desde que observe alguns cuidados básicos de higiene”.

Gatos x Gravidez

A maiorias das mulheres grávidas são aconselhadas, por diversas pessoas, a se desfazerem do seu gatinho durante a gravidez. Isso porque existe uma doença, na qual os felinos são os transmissores: a toxoplasmose ou erradamente chamada “doença do gato”.

E de fato, essa é uma doença muito perigosa para as gestantes e para o seu bebê, por causar aborto e problemas fetais.

No entanto, a veterinária esclarece que “as chances da grávida se infectar por causa de seu gato é mínima”. Além é claro, de ser uma doença que pode ser facilmente evitada”.

Para entender melhor sobre isso, vamos falar um pouco sobre como ocorre a doença. Confira.

Toxoplasmose: O gato NÃO é o vilão

A toxoplasmose é causada por um parasita microscópico chamado Toxoplasma gondii e transmitida pelas fezes dos gatos positivos para a doença.

Sendo importante salientar que o contato com um gato ou até mesmo com suas fezes “frescas” não são suficientes para ficar doente.

Isso porque, apenas 1% dos gatos eliminam em suas fezes o parasita. Além disso, os “ovos” do parasita precisam ficar expostos no ambiente por um ou dois dias para ficarem “maduros” e dessa forma, poder infectar o ser humano.

E o mais importante: esses “ovos” precisam ser ingeridos pelo humano, para que só assim fique doente.

Dessa forma, você sabia que é muito mais provável que um ser humano contraia a Toxoplasmose ingerindo carnes cruas e mal passadas ou verduras mal lavadas do que em contanto com um gato?

Quais cuidados as grávidas devem ter?

Gato é perigoso para grávidas? Mito ou Verdade: entenda
Toxoplasmose: nada de carnes cruas ou mal passadas – Imagem: CANVA

As principais formas de contaminação são:

  • comer carne mal cozida ou mal passada;
  • ao mexer com a caixinha de areia do gato sem proteção (luvas)  e não lavar as mãos em seguida;
  • e beber água sem tratamento, contaminada com o parasita.

Dessa forma, a futura mamãe necessita de manter cuidados básicos com a higiene. Principalmente, lavando sempre muito bem as mãos. E com sua alimentação, cozinhando bem as carnes e higienizado as frutas e verduras.

Além disso, outra dica da veterinária é que a gestante peça outra pessoa da casa para fazer a limpeza da caixa de areia do seu gato. Isso é prevenção!

Portanto, informe-se bem antes de tomar qualquer decisão. Não existe motivos para você abandonar ou doar seu gato! O que o seu gatinho precisa é de amor e carinho. Ensine isso ao seu futuro bebê!

Comentários
Loading...