- Publicidade -

Como é feito o cálculo de férias? Entenda

As férias são direito dos trabalhadores formais, entenda como elas funcionam

Como é feito o cálculo de férias? Esse período corresponde ao descanso anual ao qual o trabalhador tem direito. Contudo, para que ele o conquiste, precisa completar o período aquisitivo. Entenda hoje, 19/07, como isso funciona.

O período aquisitivo corresponde ao tempo que o trabalhador presta serviços até conquistar as férias. Depois, então, há o período concessivo. Ele corresponde ao tempo que a empresa tem para conceder o descanso após a conquista dele pelo empregado.

Como é feito o cálculo de férias em relação ao período?

O trabalhador tem direito, a cada 12 messes de trabalho, a 30 dias de descanso. Assim, para cada mês trabalhado ele conquista 1/12 do descanso. Após 12 meses, terá conquistado 12/12 e, assim, as férias.

como é feito o cálculo de férias
Aprenda a calcular quantos dias de férias você terá e o valor que irá receber! – Foto: Reprodução/Exame

Entretanto, as faltas sem justificativas do trabalhador podem atrapalhar a concessão em relação ao tempo de descanso. Afinal, a lei prevê que essas ausências podem diminuir o período. Veja, abaixo, como é feito o cálculo de férias em  relação ao período de acordo com as faltas, conforme previsão da CLT:

  • Até 05 faltas: 30 dias de férias;
  • 06 a 14 faltas: 24 dias de férias;
  • 15 a 23 faltas: 18 dias de férias;
  • 24 a 32 faltas: 12 dias de férias.

Como é feito o cálculo de férias em relação à remuneração?

Ainda, a lei garante férias sem prejuízo ao salário. Isto é, mesmo sem prestar serviços  no período de descanso o cidadão contará com sua remuneração. E não é só isso, pois entra aqui o abono de férias, conforme previsão em lei.

O período de férias recebe, além da remuneração normal do cidadão, um adicional de 1/3 sobre o valor. Por exemplo, quem tira 30 dias de descanso ganhará 133% da sua remuneração para esse período.

Por outro lado, quem tiraria férias de apenas 15 dias recebe 50% da remuneração do mês para fins desse período e, sobre esse valor, ainda recai mais 1/3 sobre ele. Veja, então, como é feito o cálculo de férias em relação à remuneração:

  • Divida seu salário por 30 dias;
  • Multiplique o valor pelo número de dias de descanso (10, 15, 20 ou 30);
  • Então, multiplique o resultado por 133.

Aliás, caso a concessão do período não ocorra dentro de 12 meses após sua conquista, multiplique o resultado do cálculo de férias acima por 02. Afinal, nessa hipótese a empresa tem obrigação a pagar o período em dobro.

Além disso, mesmo que as férias sejam divididas em períodos distintos, cada um deles terá pagamento da remuneração com adicional de 1/3.

Lucro do FGTS: trabalhadores e desempregados têm direito

Veja, ainda, como o seu saldo do Fundo de Garantia pode aumentar ainda em 2021 com a liberação dos lucros do FGTS. Confira quem tem direito e como funciona!

Comentários
Loading...