Top Stores

- Publicidade -

Acúmulo de aposentadoria e pensão por morte: veja como ficam benefícios

INSS permite o acúmulo de benefícios, mas eles sofrem redução

Top Stories Bolo brevidade: aprenda a receita que realmente é “breve”, mas muito saborosa

O acúmulo de aposentadoria e pensão por morte é permitido pelo INSS. Contudo, para isso, ele impõe algumas regras. Dessa forma, o valor do benefício menor pode sofrer reduções. Confira tudo sobre o assunto hoje, 24/07, e tire todas as suas dúvidas.

Esses são os únicos benefícios cumuláveis da Previdência Social. Ou seja, apenas é possível receber ao mesmo tempo os valores por aposentadoria e enquanto pensionista. O recebimento simultâneo de auxílio-doença e aposentadoria, por exemplo, não é possível.

Além disso, o pagamento de pensão apenas se mantém mediante a comprovação da situação de dependência do falecido. Isto é, de que a renda não é suficiente e, por isso, faz-se necessário o pagamento complementar de pensão.

Como funciona o acúmulo de aposentadoria e pensão por morte?

Acúmulo de Aposentadoria e pensão por morte
Acúmulo de Aposentadoria e pensão por morte (Foto: Canva Pro)

Quem já recebia aposentadoria pode se tornar pensionista e o contrário também é verdadeiro. Ou seja, um pensionista pode se aposentar. Da mesma forma, quem é aposentado pode se tornar um pensionista.

Afinal, considere que muitas vezes o valor que o cidadão receberá por mês, enquanto aposentado, não será suficiente para seu sustento. É por esse motivo, então, que receber aposentadoria mensalmente não retira a condição de pensionista.

Contudo, para acumular os benefícios um deles pode sofrer limitações. Isto é, seu valor pode diminuir. Nessa hipótese, então, mantém-se o valor do benefício maior. É ele, aliás, quem define a limitação do segundo benefício, o de valor menor.

Nesse caso, o acúmulo de aposentadoria com pensão por morte segue essa lógica e proporções:

Fatia do salário mínimo (valor neste ano) Percentual que será pago
1ª fatia (até R$ 1.100) 100%
2ª fatia (de R$ 1.100 até R$ 2.200) 60%
3ª fatia (de R$ 2.201 até R$ 3.300) 40%
4ª fatia (de R$ 3.301 até R$ 4.400) 20%
5ª fatia (acima de R$ 4.401) 10%

Conforme a tabela acima, é possível se aposentar e continuar recebendo pensão por morte  (ou vice-versa) com os dois benefícios em valor integral. Essa hipótese, entretanto, somente se aplica quando o acúmulo de aposentadoria com pensão por morte ocorrer quando ambas as parcelas forem de 01 salário mínimo

Lucro do FGTS: Desempregados também têm direito, entenda

Os lucros do Fundo de Garantia deverão ser liberados em breve, inclusive para os aposentados com saldo. Com isso, o saldo do FGTS dos trabalhadores irá aumentar. Veja, então, quem tem direito e quando será o pagamento.

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...