Ativista Rosa Laura celebra vitória após Pânico ser condenado pela justiça

Pânico é condenado a pagar R$ 40 mil em indenização a ativista não-binário

0

Rosa Laura foi um dos nomes mais comentados dos últimos dias, principalmente nesta quarta-feira (28). Isso devido ao fato de que o ativista transgênero utilizou as suas redes sociais para celebrar a vitória no processo movido contra o Programa Pânico.

Tudo começou quando o Pânico utilizou um vídeo de Rosa Laura no programa que fala sobre vivências da comunidade não-binária no Brasil. Nas gravações, os comandantes do programa fizeram chacota com as falas de Rosa Laura. Insatisfeito, o ativista moveu um processo contra o programa.

A condenação foi anunciada recentemente e, por meio dela, o Tribunal de Justiça de São Paulo ordenou que a Rádio Jovem Pan, responsável por sediar o Programa Pânico, pagasse R$ 40 mil de indenização para o ativista.

“A requerida [Jovem Pan] poderia, assim, exercer sua liberdade de expressão em apontar falhas na demanda da linguagem neutra e sustentar licitamente a manutenção da estrutura linguística em vigor. Sucede que não houve uma crítica regular. Houve uma exposição da pessoa do autor ao ridículo, imputando-lhe características que, historicamente, imputam-se a pessoas discriminadas: características relacionadas à objetificação (como se fosse uma coisa) e a uma suposta incapacidade mental deste”, diz a decisão que foi compartilhada pelo canal Uol.

Em seu Instagram, Rosa Laura celebrou a vitória e fez muitos vídeos. “Jovem Pan condenada por transfobia. Transfobia é crime. Se liguem que a gente tá indo para cima”, disparou, em uma das postagens realizadas.

Nos comentários, é possível encontrar muitos internautas aplaudindo as falas de Rosa Laura e, também, distribuindo muito amor pelo ativista. Confira agora mesmo as duas postagens, uma foto e um vídeo explicando sobre o assunto, realizadas no feed no Instagram pessoal de Rosa.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por @rosalaura_

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por @rosalaura_

Comentário da redatora

Com toda a certeza, o Programa Pânico precisa reavaliar toda a sua estrutura e princípios. Em pleno século 21, é inadmissível chacotas que ferem e machucam terceiros. Espero, de verdade, que a Jovem Pan tenha aprendido a lição com essa indenização. Quanto ao ativista transgênero Rosa Laura, desejamos todo o sucesso do mundo!

 

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies