Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Bitcoin Hoje: A França adicionará o Bitcoin no currículo do ensino médio


Atualmente o Bitcoin tem sido cada vez mais popular em todos os países, o destaque do BTC, dessa vez vai para a França. A França incorporou o currículo do ensino médio dos alunos, dessa forma adicionada ao currículo teve algumas mudanças. Na grade curricular dos alunos tem uma matéria de Ciências Econômicas e Sociais, que agora terá o Bitcoin como estudo.

Realmente vai ser implantado nas escolas segundo o Ministério de Educação Nacional (Le Ministère de l’Éducation Nationale). O intuito é ensinar aos jovens alunos a conhecerem o novo modelo de dinheiro, que pode se tornar ainda maior.

A implementação do Bitcoin no currículo dos alunos Franceses não tem nada de radical. Vai ser apenas um assunto a mais para ser abordado, devido sua grande presença no mercado financeiro digital.

bitcoin hoje
Imagem: Pexels

O estudo não vai ser tão profundo, uma porque é irrelevante aos alunos, pois a maioria não poderia investir. Além disso são jovens, e se de fato decidirem em um futuro por si próprio já terão consciência do que é Bitcoin.

Bitcoin Hoje: O objetivo da França é ensinar um conteúdo simples, sobre a função da criptomoeda no mercado

- Advertisement -

Dessa forma será ensinado mas de uma visão geral e introdutória sobre o tema Bitcoin, sendo assim um estudo raso. Quando menciona estudo não quer desqualificar o ensino, mas sim mencionar que estudo vai ser simples.

Esse estudo tende a ser voltado mais para definições e não de práticas, por esse modo o Bitcoin será ensinado. Assim ajudando os alunos a entenderem uma noção de descentralização no contexto dos principais sistemas financeiros.

O país Francês quer preparar sua futura geração para um futuro de dominância da criptomoeda Bitcoin. Por isso já lançaram 4 vídeos explicativos de conscientização caso o Euro seja substituído pelo BTC no futuro próximo.

Tudo para que os alunos passem a entender melhor como a criptomoeda funciona e como ele se diferencia da moeda fiduciária.

A ideia de implementar veio depois que a Financia Business School da França começou a aceitar Bitcoin como pagamento. Sendo que hoje já está sendo comum o pagamento da faculdade através de criptomoedas.

E além do mais, em algumas faculdades já possui cursos sobre Bitcoin e blockchain aos seus alunos. O atual presidente da França Emmanuel Macron há muito tempo pressiona por avanços em tecnologia e inovação.

Em conclusão o objetivo da França não é formar estudantes Franceses especialistas em Bitcoin, mas ensinar jovens sobre criptomoedas. Lembrando que o país Francês esta sendo destaque em tecnologia a frente de alguns países como Berlim.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!