Dário Prime / dbol
Art is not a luxury, but a necessity.

Taxa SELIC: Você sabe o que é a taxa básica de Juros?

Certamente você já ouviu falar na taxa SELIC, mas sabe o que ela representa para a Economia? Entenda mais!


Crédito da Imagem: Imagem de Gerd Altmann por Pixabay
Crédito da Imagem: Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

A taxa SELIC, é a taxa básica de juros de uma economia. Em tese ela é utilizada para determinar o valor dos juros que o governo está disposto a pagar de empréstimo para financiar os seus gastos. Dessa forma, um governo bastante endividado, recorrerá a pagar mais juros das suas dívidas, comprometendo o PIB. Entretanto, por ser a responsável por determinar os juros do governo, a SELIC acaba também, aquecendo ou desaquecendo o consumo.

Isso ocorre porquê, quando a taxa de SELIC está alta, o consumidor estará mais disposto à poupar do que a gastar. Dessa forma, ele deixa de adquirir um bem de consumo para fazer uma poupança. Logo, quando a inflação apresenta uma leve tendência de alta, o Banco Central eleva a taxa SELIC, para diminuir a demanda, e consequentemente, preço.

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.
  • Leia mais:

Dólar Hoje: Após as manifestações moeda abre semana em alta!

Urgente! Homofobia agora é crime! Entenda a votação

A taxa SELIC e os gastos governamentais

Como você pode notar, a taxa SELIC alta é prejudicial para as contas públicas, pois, nesse caso o governo estará pagando mais juros, e consequentemente, corroendo mais fatias do PIB. Porém, para que a SELIC consiga manter-se razoavelmente baixa, é necessário equilíbrio entre oferta e demanda. Uma vez encontrado esse equilíbrio, a economia não apresentará pressões inflacionárias.

Sem pressão inflacionária, contudo, o governo conseguirá manter a taxa SELIC em um baixo patamar. Com isso, pagar menos juros de empréstimos para financiar os seus gastos. Porém, o equilíbrio entre a demanda e a oferta, sempre se dá, em um ponto, onde haja desemprego. Desse modo, situação de pleno emprego, poderá levar a economia a sofrer pressão inflacionária.

Relação com o desemprego

Podemos então concluir, que para haver baixa inflação, haverá uma taxa de desemprego. E é nesse ponto que economistas de diversas correntes acabam partindo para pontos de vistas diversos. Alguns acreditam que é possível equalizar inflação e desemprego, outros não.

Desse modo, o governo então, utiliza a SELIC para cumprir a meta de inflação, equilibrar os gastos públicos e também o aquecimento do consumo.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Últimas Publicações

comentários
Loading...