Dário Prime / dbol
Art is not a luxury, but a necessity.

Dólar Hoje: moeda tem terceira queda consecutiva em 04/06

Após três quedas consecutivas, Dólar foi negociado hoje a R$ 3,857. Esse é o menor valor em quase dois meses!


O dólar hoje terminou o dia apresentando queda de 0,83%, sendo cotado a R$ 3,857 na venda. Esse é o terceiro recuo consecutivo da moeda, que atingiu o menor valor desde o dia 10 de Abril, quando bateu R$ 3,824 no fechamento daquele dia. O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou o dia em alta de 0,37%, com 97.380,28 pontos.

Desse modo, a moeda segue o seu percurso decrescente, com investidores monitorando o cenário político interno. Também contribuiu para a queda a expectativa de cortes da taxa básica de juros nos EUA. Esse é um fator que influencia diretamente as moedas de países emergentes, como o Brasil.

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Dólar Hoje: Aprovação de Reformas

Nesse sentido, investidores estão otimistas em relação ao futuro do Brasil. Isso porque, o poder executivo vêm conduzindo bem as conversas com os outros poderes. Com isso, reformas como a da previdência podem caminhar mais rapidamente, com expectativa de economia de até R$ 1 trilhão em dez anos. Ontem, foi aprovado pelo Senado a Medida Provisória 871. Conhecida como “MP do pente-fino”, ela prevê regras mais rígidas para a revisão de benefícios do INSS. Com isso, o governo conseguirá ainda mais economia para os cofres públicos.

A votação, contudo, só veio fortalecer a visão do mercado em relação à política interna. Após a reunião convocada por Bolsonaro no início da semana passada, investidores enxergaram uma melhor articulação entre Executivo e o Congresso. Nesse ínterim, entende-se que há um maior comprometimento de ambas partes para a aprovação da Reforma da Previdência.

Cenário externo favorável

O cenário externo que vinha turbulento, ocasionado pela guerra comercial entre EUA e China, colaborou para a queda do dólar hoje. Com expectativa de que o Fed (Banco Central Norte Americano) pode baixar os juros do país, as moedas de países emergentes valorizaram-se pelo mundo.

A expectativa ocorreu após o presidente do Fed, Jerome Powell, afirmar que a disputa comercial entre EUA e China pode afetar a economia do país, deixando a entidade atenta. Essa declaração abriu margem para a interpretação de que o banco central norte americano poderá abaixar os juros. Com isso, espera-se não enfraquecer ainda mais a economia local. Nesse sentido, juros mais baixos nos EUA representa retorno menores de aplicação no país. Assim sendo, investidores tendem a migrar seus investimentos para outros países, como o Brasil.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Últimas Publicações

comentários
Loading...