Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Dólar Hoje: moeda cai 1,37% nesta sexta-feira (31/05)

Dólar cai para R$ 3,92 atingindo o menor valor desde 30 de Abril! Na semana a moeda acumulou queda de 2,28%

0

Dólar Hoje: A moeda norte americana terminou o dia com queda de 1,37%, cotada a R$ 3,924 na venda. Desse modo, o ativo americano chega ao menor patamar desde o dia 30 de Abril. Na ocasião o ativo atingiu o valor de R$ 3,923. No acumulado da semana, a moeda registrou queda de 2,28%. Este é o maior recuo semanal dos últimos quatro meses.

Todavia, no acumulado do mês a moeda permaneceu estável, apresentando uma leve valorização de 0,04%. A estabilidade é comemorada, visto que, no meio do mês de Maio após passar por fortes altas, a moeda rompeu a barreira dos R$ 4. Esse fato ocorreu pela primeira vez desde as eleições do ano passado.

O principal índice da Bolsa brasileira, o Ibovespa, fechou o dia em queda de 0,44% a 97.030,32 pontos. Apesar da queda, houve um acumulo de alta de 3,63% na semana. No mês a alta foi de 0,70%. Dessa maneira, a Bolsa de Valores brasileira, tem o segundo avanço mensal seguido. Essa foi a primeira vez em dez anos que Maio fecha positivo. Com isso, rompe-se uma espécie de “sina do mercado”.

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.
  • Leia mais:

PIB: Itaú rebaixa expectativa de crescimento econômico pra 2019

Taxa SELIC: Você sabe o que é a taxa básica de Juros?

Dólar Hoje: Otimismo interno

A queda do dólar, e a alta das ações das empresas brasileiras, são, contudo, consequência do otimismo em relação ao cenário político interno. Nesse sentido, investidores seguem mais otimistas em relação à aprovação da Reforma da Previdência.

Isso ocorre em virtude da postura do presidente Jair Bolsonaro. Ele, no início da semana, promoveu um café da manhã com líderes do congresso, senado e STF. O encontro teve como principal objetivo criar um pacto em prol das reformas necessárias ao crescimento do Brasil, dentre elas, a Reforma da Previdência.

Instabilidade externa

Diferentemente do Brasil, no entanto, o cenário externo teve uma semana complicada. O presidente Donald Trump anunciou que irá impor tarifas de 5% sobre todos produtos mexicanos. O anúncio foi uma espécie de ameaça ao país vizinho. O presidente americano, espera, dessa forma combater a imigração ilegal no país.

Com esse anúncio, todavia, houve bastante preocupação em relação à economia global, acarretando queda em diversas bolsas de valores do mundo todo. No Brasil, entretanto, o otimismo neutralizou o cenário externo. Com isso o dólar hoje seguiu a trajetória de queda.

 

comentários
Loading...