Dário Prime / dbol
Art is not a luxury, but a necessity.

Dólar Hoje: Após fechar a quarta-feira em alta, moeda volta a cair nesta quinta (06)

Moeda norte americana subiu 1% nessa Quarta-Feira, sendo cotada a R$ 3,895 na venda, após três quedas consecutivas!


Dólar Hoje: ontem, quanta-feira 05/06, a moeda norte americana subiu 1%, sendo cotada a R$ 3,895 na venda. Após três quedas consecutivas, essa foi a maior alta diária em três semanas, desde o dia 17 de maio quando cresceu 1,62%. O Ibovespa, principal indicador a bolsa brasileira, que também vinha crescendo caiu 1,42%, fechando o pregão em 95.998,75 pontos. Essa é a maior queda desde o dia 16 de Maio quando a bolsa caiu 1,75%.

  • Dólar Hoje volta a cair e bate R$ 3,8603

Entretanto, hoje (06) o dólar voltou a cair, chegando a valer R$ 3,8603 na mínima do dia. Um dos fatores de influência da mudança de rota da moeda, foi a declaração do governo sobre a possível revisão da PEC do teto dos gastos públicos.

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Entenda o teto dos gastos e como o dólar mudou de ontem para hoje

Crédito da Imagem: Colin Watts / unsplash.com / ilustração da coluna Dólar Hoje
Crédito da Imagem: Colin Watts / unsplash.com / ilustração da coluna Dólar Hoje

O dólar mudou sua rota ontem, devido ao anúncio do governo sobre estudar possíveis formas de gastar mais do que o limite estipulado pela lei do teto dos gastos públicos. Contudo, após o mercado reagir de forma negativa no dia de ontem, o ministério da economia emitiu uma nota esclarecendo que não encaminhará qualquer mudança na Lei do Teto dos Gastos.

Com isso o ministério reiterou o compromisso com o ajuste fiscal. Mostrando-se dessa maneira, comprometido com o Equilíbrio das contas públicas. O teto dos gastos foi criado pelo então ministro da fazenda Henrique Meirelles, no governo de Michel Temer. Ele congela os investimentos no país pelo poder público, podendo apenas ser corrigido pela inflação.

Para analistas do mercado a lei é vista como essencial para controlar a dívida pública. Já para alguns economistas, o congelamento dos investimentos dificulta a retomada do crescimento no país.

Queda de Juros nos Estados Unidos

Agentes do mercado também estão aguardando o anúncio do FED sobre uma possível queda de juros nos EUA. Desse modo, o país pretende aquecer o consumo, visto que, devido à guerra comercial com a China a economia norte americana poderá crescer menos.

  • Reforma da previdência poderá derrubar o dólar

Dessa forma, apesar de aquecer o consumo, juros mais baixos significam menos rentabilidade para investidores. Sendo assim, tais investidores tendem a migrar para países como o Brasil. Com isso, o mercado monitora a agenda sobre a reforma da previdência. Caso a reforma avance rapidamente, o dólar voltará a cair com mais força, fechando o ano em R$ 3,80.

Cotação em tempo real do dólar hoje


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Últimas Publicações

comentários
Loading...