Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Marco Feliciano se posiciona sobre processo em que Silas Malafaia é réu

Em vídeo divulgado em seu canal no YouTube, Feliciano afirma que Malafaia está sendo vítima de “perseguição religiosa”

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) se posicionou sobre o processo aceito pela justiça contra o também pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Em vídeo divulgado em seu canal no YouTube, Marco Feliciano afirma que Malafaia está sendo vítima de “perseguição religiosa”.

Marco Feliciano / Foto: Isto é
Marco Feliciano / Foto: Isto é

Marco Feliciano disse que “quando um membro do corpo de Cristo é atingido, todo corpo sente”, e que Silas Malafaia só está sendo alvo dessa investigação por ser “uma voz que não se cala no Brasil”.

O pastor e deputado federal Marco Feliciano ainda declarou que da mesma forma que Silas Malafaia conseguiu provar sua inocência em demais casos, sairá mais uma vez impune desta.

Marco Feliciano diz que decisão da juíza foi “pura canalhice”

Ele falou ainda sobre a decisão da juíza, que considerou “pura canalhice” porque Malafaia é conhecido internacionalmente e nunca foi visto como “ladrão” por ninguém.

Marco Feliciano também afirmou que todos os gastos do evento em 2012, foram passados para os responsáveis legais, e Silas Malafaia ficou indignado pelo fato de cobrarem tanto de uma coisa que outrora existiu, sendo que os demais eventos como a Parada Gay e Escolas de Samba não recebem esse tipo de cobrança, ou pressão.

“Até quando nós evangélicos viveremos como abutres? Abutres são aves que ciscam a carniça e que ficam esperando a morte para se alimentar dela”, declarou Marco Feliciano.

Continue lendo…

Entenda o caso em que Marco Feliciano se posiciona

O pastor Silas Malafaia, líder da igreja Vitória em Cristo, e o ex-prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes, viraram réus em ação de improbidade administrativa. Segundo a denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro, a prefeitura aplicou, sem licitação, R$ 1,6 milhão no evento religioso Marcha Para Jesus, em 2012.

A decisão é da juíza Mirela Erbisti, da 3ª Vara de Fazenda Pública do Rio e foi divulgada na última quinta-feira (24). A magistrada recebeu a acusação feita pelo Ministério Público. Para Malafaia, a decisão é parte de uma “perseguição religiosa”.

Silas Malafaia. Foto: reprodução YouTube

O pastor declarou que a verba só foi liberada depois que a programação do evento foi apresentada. Em vídeo divulgado em seu canal no YouTube, Malafaia disse que o evento não está ligado a “igreja nenhuma”. “A marcha para Jesus é um evento para promover paz, alegria e abençoar as cidades”, segundo ele, “a mesma coisa que a Parada Gay”, afirmou.

A Marcha Para Jesus é um evento internacional que mistura fiéis de diversas denominações evangélicas, em festa comandada por trios elétricos que reúne centena de milhares de pessoas.

Leave A Reply

Your email address will not be published.