Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Caio Fábio repercute a frase de deputado que disse que Bolsonaro está para morrer

O pastor Caio Fabio, líder do movimento Caminho da Graça, em seu programa diário Papo de Graça, repercutiu o que alguns têm considerado ser uma demora na recuperação do presidente Bolsonaro. Especialmente a frase do deputado Edmilson Rodrigues, do PSOL do Pará.

caio fabio no you tube
Caio Fábio em seu Programa Papo de Graça

Caio Fábio disse que tem orado pelo restabelecimento do presidente Bolsonaro e  pedido para que todo o mal  contra ele seja debelado, até porque é este o mandamento bíblico. E ainda falou do sogro que já idoso, também foi submetido a cirurgia semelhante.

Entenda o caso que Caio Fábio se refere

O Presidente da República foi alvo ainda durante a campanha presidencial, de um atentado à faca, realizado na cidade mineira de Juiz de Fora, próxima ao Rio de janeiro.

Na ocasião, o agressor, o servente de pedreiro Adelino Bispo de Oliveira, foi e ainda continua preso. Bolsonaro, por sua vez, sofreu grave hemorragia, após ter seus intestinos grosso e delgado atingidos pela facada.

O então candidato foi submetido a duas intervenções cirúrgicas, e os médicos colocaram uma bolsa de colostomia, cuja a retirada foi marcada e depois remarcada  para após os compromissos de sua posse, na presidência da República.

Contudo, tem causado certa estranheza a demora na recuperação do presidente, que tem uma sala anexa preparada pelo próprio hospital Albert Einstein, em São Paulo, para que pudesse despachar, já a partir dos primeiros dias após a cirurgia.

O seu quadro clínico chegou a evoluir para uma pneumonia, o que gerou preocupação e especulações.

A declaração do deputado do PSOL à TV Câmara

Adversário político, o deputado do PSOL do Pará, Edmilson Rodrigues, chegou a especular que a situação do presidente seria mais séria do que o divulgado pelo Governo. Em entrevista a TV Câmara, teria dito que o presidente estaria para morrer.

Caio Fábio, por sua vez, que já fez críticas ao então presidente, julgou inconsequente e leviana a palavra do deputado paraense. Confira o vídeo:

Leave A Reply

Your email address will not be published.