Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Leclerc vence GP da Itália, segura pressão de Hamilton e põe Vettel “em cheque”

Charles Leclerc venceu o GP da Itália e coroa um fim de semana quase perfeito fazendo a festa da Ferrari. A corrida de Monza foi empolgante e o piloto monegasco mostrou que sabe defender-se muito bem. Fechando o pódio, Valterri Bottas e Lewis Hamilton conseguiram completar a festa na Fórmula 1.

Leclerc vence GP da Itália, segura pressão de Hamilton e põe Vettel “em cheque”
Leclerc vence GP da Itália, segura pressão de Hamilton e põe Vettel “em cheque”

Segurando a pressão de Hamilton, Leclerc vence GP da Itália

O GP de Fórmula 1 na Itália foi incrível e no último domingo (8), Charles Leclerc foi o protagonista e teve uma disputa com Hamilton. Durante a maior parte da prova a disputa foi difícil e Bottas chegou a pressionar no fim, mas Charles segurou a ponta.

O jejum de vitórias “em casa” acontecia desde 2010, porém o tabu foi quebrado e a torcida teve como comemorar.

A pressão sofrida por Leclerc no final não foi fácil, porque Bottas tentou de tudo e a Ferrari conseguiu resistir.

Lewis Hamilton foi tão ao limite que acabou gastando demais os pneus médios depois do pit-stop, tentando alcançar a Ferrari. No entanto, teve tempo de fazer uma parada extra e conseguiu terminar na terceira colocação.

Assim, Leclerc mostrou que pode ser um postulante ao título do ano que vem e superar Vettel. Aliás, o piloto da Ferrari fez um papelão e rodou sozinho, acertou o carro de Lance Stroll e ainda pagou um stop-and-go, terminando em 13° lugar.

Leia ainda: Entrevista: Nelson Piquet revela mitos e verdades da carreira

Demais colocações

A Renault conseguiu ser a “melhor do resto” fechando a corrida em 4° e 5° colocados. Daniel Ricciardo e Nico Hülkenberg, respeticamente, tiveram um bom final de semana em Monza.

Alexander Albon levou a RBR ao 6° lugar e foi seguido pelo regular Sérgio Pérez, terminando em 7°.

Max Verstappen não foi tão bem e teve muitos erros, chegando a 8° e esteve à frente de Antonio Giovinazzi.

O Top 10 foi fechado por Lando Norris com sua McLaren, mostrando que também é um piloto prodígio. Entretanto, não teve condições de lugar por uma posição melhor e ficou satisfeito com a colocação conseguida.

O que acontece nas próximas semanas?

A Fórmula 1 para por duas semanas e volta apenas no dia 22 de setembro, domingo, para a corrida em Singapura.

O circuito é o de Marina Bay e o campeonato está empolgadíssimo contando com vitórias de pilotos diferentes.

Embora Charles Leclerc tenha vencido o GP da Itália, a próxima corrida pode trazer surpresas porque há muitos favoritos. A Mercedes não pode ser descartada, enquanto a Ferrari mostra força e a RBR sempre é postulante a uma vitória.

Leia também: Leclerc “voa” na Fórmula 1 e garante pole position para o GP da Bélgica