Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

É seguro passar o veículo em um scanner automotivo? Entenda

A maioria dos veículos podem ser inspecionados com o auxílio de um scanner automotivo e a conexão é bem simplificada. Nos Estados Unidos a técnica começou muito antes e nos início dos anos 90 os carros já contavam com isso. Entenda tudo.

Por que é seguro passar o veículo em um scanner automotivo?
Por que é seguro passar o veículo em um scanner automotivo?

O que é o scanner automotivo?

O scanner automotivo é uma ferramenta muito útil para o diagnóstico do sistema de injeção eletrônica. Além disso, engloba também outras funções sobre esse reparo.

De maneira geral, esse é um aparelho que consegue receber e impulsionar quase em tempo real todos esses parâmetros operacionais.

É fundamental que englobe a injeção eletrônica e conta com a função principal de detectar as falhas eventuais no sistema.

O scanner automotivo possui um software específico para estabelecer uma conexão especial. Trata-se do aparelho e também dos sistemas de injeção de combustível, permitindo um diagnóstico mais preciso.

Certamente que ele tem acesso às informações pertinentes, por exemplo: sistema de um veículo e histórico de falhas.

Vale lembrar que o profissional é capaz de conseguir descobrir se os sensores do veículo estão nos parâmetros do fabricante.

A princípio, o equipamento ainda permite estabelecer uma correção mais precisa e, se existir essa necessidade, o resultado final melhora bastante. Assim, o mecânico precisa ter um scanner automotivo para diagnosticar.

Veja também: Está na hora de fazer manutenção na suspensão do carro? Confira os sinais

O que acontece com o diagnóstico?

Em suma, todas as informações devem ser exibidas em um visor e é onde o profissional estará fazendo o uso.

Por consequência disso, dá para coordenar os testes de falhas e também os testes inerentes aos atuadores.

O scanner automotivo pode ser encontrado de várias maneiras e pela internet vende muitas opções. A princípio, engloba caminhões, ônibus, vans e pick-ups. Ou seja, é completo e pode auxiliar todos.

Dá para corrigir falhas de leitura e até mesmo “zerar” esse sistema para que o mesmo possa modificar.

A criação de novas estratégias é possível e pode englobar a injeção, avançando até mesmo para a ignição.

Como conectar?

Existem muitos modelos de scanner automotivo no mercado e dá para encontrar nacionais e importados de boa e má qualidade. O mesmo deve utilizar um plug chamado OBD e é preciso conectar na porta correta do veículo.

A partir de 2010 todos os veículos nacionais devem vir com essa porta e, antes desse prazo, era facultativo a utilização.

Leia ainda: Manutenção dos freios: saiba como fazer para manter a segurança sempre em dia

Comments
Loading...