Vanderson do BBB19 será intimado a depor após denúncia de violência contra mulher

0
224
Vanderson BBB19. Foto: reprodução/Instagram

Após ser acusado por três mulheres de estupro e agressão, a Polícia do Rio de Janeiro informou que irá ao Big Brother Brasil nos próximos dias para ouvir o participante Vanderson Brito. A Rede Globo já teria liberado o brother para depor na casa.

A TV Globo, por meio de sua assessoria de comunicação, enviou nota à imprensa sobre o caso: “A Globo é veementemente contra qualquer tipo de violência, mas cabe às autoridades competentes a apuração de denúncias como a que está sendo feita. Se assim for, a Globo poderá tomar medidas, como já fez em outras edições do programa”, informou.

A pedido da delegada Juliana de Angelis, da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Rio Branco, no Acre, onde os registros foram feitos, a delegada Rita Salim, da Deam de Jacarepaguá (Rio de Janeiro), vai interrogar o acreano ainda esta semana.

Vanderson BBB19. Foto: reprodução/Instagram

“Ele vai ser ouvido na delegacia”, afirma Rita Salim, descartando a possibilidade de ir aos Estúdios Globo, onde fica a casa do “BBB“. Ela acrescenta:  “Vamos colher todas as informações para repassar à delegada de Rio Branco. Não temos mandado de prisão contra ele. Essa é uma fase de interrogatório”.

Entenda

Depois de Maíra Menezes, de 27 anos, acusar o biólogo e coordenador educacional indígena Vanderson, de 35 anos, de agressão, outras três mulheres foram à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher Vítima de Violência em Rio Branco (AC), esta semana, a fim de registrar boletins de ocorrência contra o participante do BBB19.

Há, ainda, denúncias contra o acreano por estupro, agressão física e importunação ofensiva ao pudor. Após a denúncia ser feita, é instaurado um inquérito policial para apurar o caso. Vale lembrar que o inquérito é sigiloso para resguardar as informações e eventuais provas que serão levantadas durante a investigação.

Vanda Brito, irmã de Vanderson, se surpreendeu ao ser informada sobre os novos boletins de ocorrência. “Quando a ex-namorada dele falou sobre a agressão, nós da família procuramos saber sobre algum boletim de ocorrência e não achamos nenhum. Estou sendo surpreendida com essa notícia agora. Até então houve ameaças de fazerem boletins, mas não houve registro. No momento, nossa família não vai se manifestar. Vamos procurar os nossos direitos e saber o que aconteceu”, declarou ela.

Links que vão interessar também:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here