INSS: sem a prova de vida, os benefícios dos aposentados e pensionistas podem ser suspensos

0
229
INSS - foto G1 Globo
INSS - foto G1 Globo

O INSS  tem intensificado os  esforços no combate aos fraudes contra o sistema previdenciário.  Por isso passou a exigir a chamada Prova de Vida e a renovação da senha bancária  por parte dos beneficiários,  aposentados e pensionistas.

Busca-se com isso, portanto,  maior segurança para o cidadão e para o INSS também.  Pois  o sistema previdenciário como se verificou em várias oportunidades, se mostra frágil e provoca prejuízos aos cofres públicos.

O procedimento é relativamente simples,  e não é necessário procurar o  INSS para realizar as comprovações. O próprio banco se encarrega de fazer a convocação  dos beneficiários,  para  comparecimento às agências onde o pagamento é feito.

Links com temas que vão lhe deixar bem informado:

A prova de vida e a renovação de senha bancária , então, daqueles que recebem benefícios do INSS,  são obrigatórios,   e quem não os providencia no tempo determinado, corre o risco de ter o pagamento do benefício suspenso, até que regularize a sua situação.

Fazer a prova de Vida - combate a fraudes no INSS - foto G1 - Globo
Fazer a prova de Vida – combate a fraudes no INSS – foto G1 – Globo

Como deve ser feito?

A melhor data para comparecimento é informada pelo próprio banco onde o beneficiário recebe o seu pagamento. Geralmente é indicada a data do aniversário do segurado para se fazer a prova de vida.

O aposentado ou pensionista deve se dirigir a uma agência bancária, portando seu documento de identificação com foto. Pode ser a Carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira de habilitação ou qualquer outro documento permitido em lei.

Quem não estiver em condições de ir até o banco para o procedimento, por causa de enfermidade ou alguma dificuldade de locomoção, pode cadastrar um procurador previamente, junto ao INSS. E esse procurador ( usando é claro, uma procuração),  representará o beneficiário para fins de comprovação de vida e confirmação de senha.

Algumas agências bancárias já dispõem de sistemas de biometria. E essa tecnologia pode vir a ser usada de forma mais ampla em breve, mas ainda é facultativa.

E quanto aos segurados que moram no exterior?

Os segurados que moram no exterior podem também  cadastrar  um procurador no INSS ou podem procurar o consulado brasileiro no país onde estiver, e ali haverá um documento de prova de vida que o próprio consulado emite.

Pode ainda retirar um formulário disponibilizado no site do INSS. A assinatura desse documento precisará ser testemunhada pelo funcionário de um cartório local (notário) que reconhecerá a assinatura do declarante por autenticidade.

Quem convoca para realizar o procedimento?

Os bancos são os responsáveis por convocarem os aposentados e pensionistas para realizarem o procedimento. E caso não se tenha comparecido, quando convocado, basta dirigir-se  a agência bancária que paga o benefício, para renovar a senha e  realizar a comprovação de vida em caráter de urgência.

Situações excepcionais

Existem casos de exceção, nos quais os beneficiários não conseguem fazer a prova de vida nos bancos, em face de uma desatualização dos dados cadastrais junto ao INSS.

Nesses casos deve-se procurar o próprio INSS através dos seguintes passos:

  1. Acesse o site do Meu INSS
  2. Informe seus dados, clique em “não sou um robô” e depois em “continuar sem login”.
  3. Clique em “Novo requerimento” e digite no campo “pesquisar” a palavra “prova de vida” e selecione o serviço desejado.
  4. Compareça à unidade do INSS, no dia e hora marcados, com os documentos necessários.

Quais os documentos precisam ser levados para essa comprovação na agência do INSS ?

  1. Procuração ou termo de representação legal, documento de identificação com foto e CPF do procurador ou representante, se houver;
  2. Documentos pessoais com foto do interessado;
  3. Termo de Responsabilidade, em caso de prova de vida realizada por procurador ou representante legal;

Convocação do próprio INSS

Recentemente mais de 34 milhões de beneficiários receberam convocação para fazer a prova de vida 2019. O INSS pode fazer esse tipo de pedido para verificar, como dito acima,  possíveis fraudes no sistema previdenciário. E suspende o benefício daquele que não atender ao chamado.

A enorme lista de beneficiários convocados pode ser acessada no site do INSS através do endereço www.inss.gov.br.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here