Empréstimo pelo limite no cartão de crédito, é possível?

0
603
Golpe da troca de cartão de crédito
Golpe da troca de cartão de crédito

Cartão de Crédito – Como se sabe, o cartão de crédito é uma modalidade de pagamento cada vez mais usada entre os brasileiros. Suas facilidades tais como, segurança, prazo para pagar pela compra, possibilidade de se programar e ajuda eventual em um momento de urgência, o tornam bem acolhido entre os consumidores.

Mas algumas pessoas e até financeiras, têm oferecido uma maneira relativamente diferente e perigosa  de uso do cartão de crédito. Isso é, fazer um empréstimo pelo valor total do limite disponível.

Links que vão interessar também:

Cuidado com a maneira mais fácil

Essa forma é aparentemente fácil e legal, mas o consumidor precisa ficar de olho aberto, pois pode ser uma espécie de crime contra o sistema financeiro nacional,  conhecida por agiotagem.

As maquinhas de cartões de crédito que cada vez mais ficam populares, são o instrumento usado para essa prática. Mas os juros muito elevados, costumam denunciar o ilícito. São juros que passam dos 55% em média, sobre o valor do capital emprestado.

O risco para quem empresta o recurso usando o limite do cartão de crédito do cliente, e as máquinas de cartões é zero; pois em caso de inadimplência das prestações, quem assume o prejuízo é a operadora, que forneceu o crédito do cartão.

Além da vida do consumidor poder se complicar muito financeiramente, pois além de pagar os juros elevados da transação suspeita, com a maquininha do cartão, ainda poderá ter de lidar com o rotativo do banco, ou seja com  aquele valor que não conseguir pagar na data certa.

Essa inadimplência pode custar uma dívida junto ao banco de, em média, mais de 270% ao ano; sendo, portanto, um dos produtos mais caros do mercado.

Como funciona o eventual delito

Já são mais de 4 milhões de maquininhas de cartões de crédito espalhados pelo território nacional, e, geralmente, o proprietário desses aparelhos, que faz empréstimos irregulares,  afirma que vendeu algum produto ou serviço, quando é indagado pela fiscalização.

Por isso conseguir a apuração do delito é difícil, além da ausência de denúncia do consumidor que precisa do dinheiro e se sujeita a esta situação de risco.

A ideia desse produto é não ter burocracia, e por isso não fazem análise de crédito. Olham apenas o limite do cartão de crédito.

Desse modo, o cliente passa a ter uma obrigação de pagar apenas as parcelas para a operadora do cartão de crédito, que com dito, vai dividir o risco da operação com o consumidor, enquanto o dono da maquininha apenas fica com o lucro certo.

Cartão de crédito
Cartão de crédito

Como é o procedimento?

Os passos que normalmente exigem no modus operandi:

  • É feito um agendamento por telefone ou whatsapp;
  • Encontra-se com um representante em um dos locais escolhidos;
  • Passa-se seu cartão na máquina da financeira;
  • Dá o dinheiro na hora para o cliente mediante transferência bancária, via de regra;
  • O cliente paga o empréstimo na fatura mensal do cartão;
  • O dono da máquina (representante), fica com o lucro elevadíssimo;
  • O consumidor que não conseguir pagar a parcela do cartão de crédito, terá uma dívida com juros elevadíssimos no cartão (pagando duas taxas de juros diferentes).

Procure Informações sobre a empresa antes de negociar

Enfim, cabe ao consumidor, mesmo sofrendo algum aperto financeiro, se mostrar prudente quanto a todas as práticas do mercado; notadamente quanto às propagandas divulgadas por toda a parte.

Existem milhões de famílias endividadas no Brasil, e no afã de buscar uma solução rápida pode-se acabar por agravar a crise.

Recomenda-se que antes de fazer qualquer transação desse nível, procure informações junto às autoridades.

O banco central por exemplo, oferece forma de consulta para saber se a empresa tem autorização para funcionar através do site www.bcb.gov.br .

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here