Nubank usa Inteligência Artificial para decidir sobre concessões de produtos; veja mais

0
26
nubank-funcionamento-inteligência-artificial

Dia 14 de dezembro – O Nubank se vale de uma estrutura automatizada para efetuar a análise de crédito e, consequentemente, decidir sobre a concessão dos seus produtos. Portanto a fintech possui um avançado sistema de inteligência artificial para a realização das análises de crédito dos pretendentes aos cartões e contas digitais. Entenda.

Saiba mais:Clientes do Nubank podem acessar os serviços do aplicativo por comando de voz.

Como funciona a inteligência artificial do Nubank?

nubank-inteligência-artificial-crédito
Saiba como funciona a inteligência artificial do Nubank

De acordo com o indiano Krishna Venkatraman, responsável pela área de ciência de dados do Nubank, em uma entrevista ao Estadão, para que a instituição identifique aqueles que são bons e maus pagadores, a inteligência artificial utiliza os relatórios dos birôs de crédito (como SPC, Serasa e outros), comportamento de compras e até recomendações de usuários que já são clientes.

Saiba mais:Nubank: chat, e-mail ou telefone? Descubra qual canal de atendimento é o mais rápido e eficiente.

Além disso, a análise é um processo caro, o que pode acabar excluindo muita gente, fazendo com que sobrem apenas os consumidores que realmente “valem a pena”.

Ademais, com o uso da inteligência artificial, pode-se analisar os créditos em questão de segundos e não em uma semana.

Segundo o representante da fintech o sistema ajuda a ir aumentando os limites de crédito aos poucos, na medida do crescimento do relacionamento.

“Se um usuário tem alto risco em certo limite, concedemos a ele limite mais baixo. Assim, a pessoa pode usar nosso produto e, com mais informações, podemos até aumentar o limite”.

A análise de crédito do Nubank é isenta de preconceitos?

Venkatraman assegura que os fatores que influenciam o crédito sempre serão aqueles usados pela tecnologia, com caráter bem objetivo, como renda e ficha criminal. Segundo ele, tratam-se de critérios razoáveis e que, portanto, não são discriminatórios.

Ele afirma ainda que as sociedades possuem variadas quantidades de pessoas com determinados perfis. Contudo, não se pode condicionar uma decisão sobre a concessão de crédito em cima disso exclusivamente.

A fintech e os bancos tradicionais

Após o surgimento do Nubank e outras instituições digitais os bancos tradicionais têm sofrido com alguma perda de clientela.

A inteligência artificial que acelera o processo tornando-o mais prático, é um recurso que auxilia bastante as fintechs a assumirem esta vantagem até agora.

Saiba mais:O Nubank realiza análise de crédito para fornecer a NuConta? Saiba detalhes.

Entretanto, Venkatraman afirma que, apesar dessa vantagem atual, os bancos tradicionais já estão se preparado para utilizarem dessas mesmas ferramentas.

Nesse sentido, para continuar a se destacar quando os bancos tradicionais também usarem a inteligência artificial, a ideia é continuar focando os esforços nas necessidades do usuário.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here