Regras do Minha Casa Minha Vida podem ser alteradas; saiba mais

0
30
minha-casa-minha-vida-regras
Regras do Minha Casa Minha Vida podem ser alteradas

27 de dezembro – O programa habitacional do governo federal, criado em 2009, surgiu com o objetivo de aumentar o acesso à moradia para as famílias de baixa renda. Entretanto, sobretudo por causa da crise financeira que atinge o país, o Minha Casa Minha Vida passará por uma série de reformulações.

Desse modo, várias regras poderão ser alteradas. Saiba mais na sequência do texto.

Veja ainda:

Programa substituto do Minha Casa Minha Vida foi adiado; saiba mais.

Os impasses nas mudanças do Minha Casa Minha Vida

minha-casa-minha-vida-alteração
Regras do Minha Casa Minha Vida podem ser alteradas

De acordo com uma nota divulgada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), depois de uma reunião concretizada com o Ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, o Minha Casa Minha Vida funcionará como uma espécie de Carta de Crédito ou Cheque Moradia.

Saiba mais:

Minha Casa Minha Vida: mudanças podem alterar nome e faixa de renda do programa habitacional; entenda.

Contudo, essa mudança seria aplicada somente em cidades pequenas e, por enquanto, não teria nenhuma meta prevista. Ou seja, não há um indicativo da quantidade de pessoas que seriam beneficiadas, por exemplo.

O governo ainda necessita resolver a questão orçamentária e os objetivos do projeto para 2020. Além disso, é necessário regularizar o pagamento das obras que já estão em andamento, retomar as obras que estavam paralisadas, dentre outras coisas.

Quais são as mudanças previstas?

Além da tal Carta de Crédito, outra novidade é que eles vão dar prioridade para as cidades com até 50 mil habitantes.

O novo programa também deverá beneficiar as famílias que têm acesso ao financiamento, porém precisam de algum suporte do governo.

Já o processo seletivo deverá acontecer por intermédio do Cadastro Único.

Além disso, as faixas de renda para esses dois públicos-alvo serão estabelecidas segundo as condições socioeconômicas das regiões do país.

A participação do beneficiário

O Ministério do Desenvolvimento Regional crê que a participação do beneficiário do Minha Casa Minha Vida na construção do imóvel possa acontecer.

Aliás, não só isso, mas poderá também escolher onde o imóvel será construído e até mesmo influenciar no projeto de engenharia da sua futura residência.

Saiba mais:

Quais são as faixas de renda do Minha Casa Minha Vida? Conheça

Com essa participação mais ativa e direta do beneficiário, acredita-se que reduzirá a chance de ocorrerem desvios.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here