Como funciona o Score do Serasa caso se coloque o CPF na nota fiscal?

0
641
SPC e Serasa: CPF na nota fiscal ajuda a aumentar o score?
Como funciona o Score do Serasa caso se coloque o CPF na nota fiscal?

18 de março – Quando o assunto é aumento ou diminuição de score de crédito um dos fatores que mais influenciam é justamente a negativação do nome no Serasa ou órgãos semelhantes.

Entretanto outros fatores também são capazes de interferir nesse processo. Uma questão que normalmente se levanta, é se a inserção do CPF em notas fiscais estão dentro desse conjunto de fatores.

Em palavras mais diretas, quando o CPF consta das notas fiscais de compra e venda, ajuda no score do consumidor? Confira.

Leia ainda:Score de crédito no SPC e Serasa reduziu e ficou sem entender? Conheça os principais motivos.

Colocar CPF na nota fiscal de compra ajuda a aumentar o score no SPC e Serasa?

SPC e Serasa: CPF na nota fiscal ajuda a aumentar o score?
SPC e Serasa: CPF na nota fiscal ajuda a aumentar o score?

Existem diversas formas de pagamento que podem gerar notas fiscais de compra e venda.

Uma compra, por exemplo, pode ser parcelada no cartão de crédito ou através de um carnê de prestações ou ainda via os famosos pré-datados. Mas a adição do CPF nas notas fiscais advindas desses negócios não influenciará no score do Serasa.

Leia ainda: Não quer seus dados no Cadastro Positivo do SPC e Serasa? Saiba como cancelar

O mesmo vale para compras à vista com cartão de débito, cheque ou dinheiro. O CPF em notas fiscais, portanto, não é um fator que influência na pontuação no Serasa em nenhuma dessas ocasiões.

Dessa maneira a resposta  à pergunta anunciada é negativa, não há interferência direta no score via CPF inserido em notas fiscais. Sejam compras parceladas, à vista, efetivadas por quaisquer expedientes normalmente usados no mercado.

Quais fatores podem afetar o score?

Além, como dito antes, da existência de dívidas atrasadas que promovem a indadimplência e negativação do consumidor, algo que afetará o score é a solicitação excessiva e frequente de crédito.

Portanto se alguém pedir empréstimo ou cartão em várias instituições em um espaço curto de tempo, terá seu score diminuído.

Ademais, a redução ou aumento do score dependerá muito também do perfil do consumidor.

Caso se trate, por hipótese,  de uma pessoa na faixa de 35 anos, que já compra a crédito há tempos na praça, esses itens reunidos poderão ajudar a aumentar o score.

Por outro lado, caso se trate de alguém com outras características, tal como um jovem de 18 anos, ainda sem experiência no cotidiano do mercado o sistema de pontuação vai entender que ele representa um risco maior de inadimplência, por não reunir dados suficientes sobre o pretendente.

Dessa maneira o score é formado analisando-se as várias informações do consumidor existentes à disposição, tais como histórico de pagamentos das dívidas, frequência que se busca empréstimo ou outra forma de crédito e até se os dados cadastrais do cidadão estão atualizados.

O CPF e o score

Em resumo, colocar o CPF na nota fiscal não vai diminuir e nem aumentar o score de crédito no SPC e Serasa. Isso não afeta em absolutamente nada na pontuação.

Leia ainda:Consulta no SPC e Serasa: será que é possível ter o CPF excluído?.

Contudo o consumidor pode se atentar para os outros fatores mencionados, e aos poucos criar uma pontuação positiva nos órgãos de proteção ao crédito. Realizando uma interação prudente e constante com os agentes do mercado.

Todavia observando a realidade da sociedade brasileira logo se identifica, cada vez mais,  um clamor para que os critérios de formação de pontos para aquisição de crédito sejam ainda mais transparentes e justos.

Especialmente porque não se pode deixar de considerar os que ficam com score baixo por terem sido alvos de assaltos, desempregos, problemas de saúde, necessidades de parentes, enfim, por conta dos riscos da vida em um mundo tão imprevisível.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here