Estou pagando acordo de dívida no SPC e Serasa, já posso pedir crédito? Veja

0
143
Estou pagando acordo de dívida no SPC e Serasa, já posso pedir crédito?
Estou pagando acordo de dívida no SPC e Serasa, já posso pedir crédito?

Um dos principais produtos aos quais um negativado em órgãos como SPC e Serasa perde acesso, é ao crédito advindo de produtos e serviços financeiros no geral. Desse modo, para limpar o nome, o consumidor precisa fazer um acordo de renegociação da dívida. Ao se pagar a primeira parcela, a negativação é retirada do nome.

Contudo, um consumidor que ainda esteja pagando a dívida responsável pela inscrição no cadastro de negativados pode, por sua vez, contratar crédito antes de terminar de pagar todo o acordo? Confira.

Leia ainda:

Serasa Limpa Nome: confira como saber qual cidade o caminhão vai visitar

Quem ainda está pagando parcelas do acordo para limpar nome no SPC e Serasa pode solicitar crédito?

Estou pagando acordo de dívida no SPC e Serasa, já posso pedir crédito?
Estou pagando acordo de dívida no SPC e Serasa, já posso pedir crédito?

A resposta para a pergunta acima é: depende. Quando você paga a primeira parcela de um acordo, a instituição é obrigada, em um prazo de cinco dias úteis, retirar o nome do consumidor do SPC e Serasa.

Contudo, no que se refere à concessão de crédito, a situação é um pouco mais complicada.

Leia ainda:

Consulta ao SPC e Serasa é possível em processo seletivo de emprego?.

Com alguma frequência, quando o consumidor que ainda está pagando o acordo de negociação tenta solicitar um empréstimo, cartão de crédito ou, eventualmente, abrir uma conta, o pedido é negado.

Isso porque esse acordo só se finda de fato, quando ele está totalmente quitado. Na lógica do sistema da instituição financeira, isso poderá ser entendido como se a dívida ainda estivesse em atraso.

Assim, em termos legais, o acordo cria uma nova dívida, com novos prazos, mas, em termos práticos, a pessoa ainda está pagando a mesma dívida, porém agora com outros prazos.

O relatório do Banco Central e a concessão de crédito

Quando se pede um crédito (empréstimo ou cartão, por exemplo), o Banco Central registra em seu sistema a data da obtenção desse crédito.

Se o consumidor atrasa e deixa de pagar, isso vai ser identificado pelo sistema. Aliás, aparecerá não só com qual empresa se contraiu essa dívida, mas também quanto tempo ficou atrasada.

Quando este mesmo consumidor faz um acordo para negociar essa dívida perante o SPC e Serasa e começa a pagá-la, isso também constará no sistema do Banco Central.

Ou seja, no relatório do Banco Central, aparecerá que o sujeito contraiu uma dívida, deu prejuízo para uma empresa, mas fez o acordo, porém ainda está pagando.

Sendo assim, para a instituição financeira, isso muitas vezes ainda representa um risco, o que a faz negar crédito.

As exceções à regra

Existem casos de pessoas que contraíram uma dívida que foi parar no SPC e Serasa, fizeram acordo que ainda está em fase de pagamento e, mesmo assim, conseguiram crédito no mercado.

Leia ainda:

SPC e Serasa: negativação pode continuar mesmo após parcela da negociação paga?

Contudo, esses são casos excepcionais, ou seja, são exceções.

Diante deste contexto, quem está pagando acordo e já está com o nome limpo, mas teve crédito negado, deve ter paciência.

Deve-se, assim, manter uma boa conduta financeira e aguardar um tempo após a quitação total da dívida para, então, pedir crédito novamente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here