Cartão de crédito: entenda o que é e como funciona o serviço de crédito rotativo

0
107
Cartão de crédito: entenda o que é e como funciona o serviço de crédito rotativo
Cartão de crédito: entenda o que é e como funciona o serviço de crédito rotativo

23 de janeiro – Desde 2017 o Governo aprovou a Resolução nº. 4.549, de 26/01/2017, do Banco Central, que modificou as regras relativas ao uso do cartão de crédito, principalmente a respeito do crédito rotativo. Tais mudanças alteraram o prazo e a forma de pagamento do crédito rotativo usado pelos clientes.

No rotativo, o cliente pode pagar qualquer valor entre o mínimo e o total, e transferir o pagamento do restante para as próximas faturas. No entanto, ele fica sujeito a encargos sobre o saldo em aberto.

Com a nova regra, os clientes que utilizarem o crédito rotativo terão o prazo de 30 dias para quitar a fatura. Após o período, a dívida deverá ser quitada por meio do parcelamento.

Cartão de crédito: entenda o que é e como funciona o serviço de crédito rotativo
Cartão de crédito: entenda o que é e como funciona o serviço de crédito rotativo

O que é o crédito rotativo do cartão de crédito e como funciona

O crédito do rotativo funciona como um empréstimo de emergência oferecido ao consumidor, quando ele não faz o pagamento total da fatura do cartão de crédito até o vencimento.

É um serviço parecido com o cheque especial, porém os juros praticados por essa modalidade de crédito são os mais altos do mercado e podem chegar a 484,6% ao ano e 15,85% ao mês, segundo o Banco Central.

O exemplo mais conhecido é quando pagamos só o valor mínimo da fatura. Mas o rotativo acontece quando você paga qualquer quantia menor que o valor integral.

Com juros altíssimos, o crédito rotativo acaba funcionando como uma “bola de neve”: quanto mais você paga, mais fica devendo.

Vamos supor que o total da compra de uma pessoa é de R$ 1.000,00. Na fatura a informação que chega é: “Total da fatura: R$ 1.000,00. Pagamento mínimo: R$ 150,00”. Com isso, a pessoa poderá optar por pagar algum valor entre os R$ 150 e os R$ 1.000, e, desta forma, não estaria inadimplente.

No entanto, se o valor total não for pago, aquela parte que não foi paga entrará no chamado crédito rotativo.

Veja ainda:

Cartão de crédito: conheça as taxas de juros que você pode pagar no Nubank

Como incidem os juros no crédito rotativo

No financiamento da fatura pelo crédito rotativo, os juros somente incidem sobre o saldo verificado entre o valor da fatura e o valor pago. Como exemplo:

Pagamento total até o dia 30: R$ 400,00
Pagamento mínimo: R$ 80,00
Saldo: R$ 320,00

Sendo assim, somente ao saldo de R$ 320,00 é que serão acrescidos os juros do crédito rotativo. Na fatura do cartão de crédito deverão estar expressas as taxas de juros que incidirá no período da fatura e ainda a do próximo mês.

De acordo com o Banco Central, a medida visa tornar o uso do cartão mais eficiente e barato.

A ideia é que os juros do parcelamento sejam menores em relação aos juros praticados no pagamento postergado para as faturas seguintes.

Por fim, o objetivo é que as taxas oferecidas nessa nova linha de crédito se alinhem às praticadas no parcelamento convencional, de 8,08% ao mês, em média.

Leia também:

Cartão de crédito do Bradesco pode devolver até 25% do valor das compras no cashback

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here