Caixa oferece novo limite de teto para o Minha Casa Minha Vida; saiba mais

0
239
Caixa oferece novo limite de teto para o Minha Casa Minha Vida
Caixa oferece novo limite de teto para o Minha Casa Minha Vida

Minha Casa Minha Vida – A Caixa Econômica Federal anunciou aumento no teto dos  valores de imóveis a serem financiados pelo programa Minha Casa, Minha Vida”. Os recursos  que possibilitam o sonho da casa própria para os trabalhadores vêm do FGTS A mudança instituída irá afetar, portanto, diretamente, os moradores de cidades com menos de 20 mil habitantes.

Igualdade no desconto oferecido pela Caixa

Minha Casa Minha Vida tem novo limite de teto oferecido pela Caixa (Tomaz Silva/Agência Brasil)
Minha Casa Minha Vida tem novo limite de teto oferecido pela Caixa (Tomaz Silva/Agência Brasil)

A principal mudança anunciada pela Caixa, é o fim do subsídio menor para imóveis em cidades com menos de 20 mil habitantes. Com essa alteração, portanto, esse desconto será igual para todos os municípios, com população de até 50 mil habitantes.

Dessa maneira, o teto do valor dos imóveis do “Minha Casa, Minha Vida” para moradores de cidades de 20 a 50 mil habitantes dos estados do RJ e de SP, além do DF, passou de R$ 110 mil para R$ 145 mil. Já nos estados de MG, ES e toda região Sul, o valor foi de R$ 105 mil para R$ 140 mil.

Contudo, no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, o limite agora é R$ 135 mil; antes era de R$105 mil.

Nas regiões Norte e Nordeste, o valor máximo para financiamento subiu para R$ 130 mil; antes era R$100 mil.

Links que vão interessar também:

Novas regras atingem também os benefícios

Caixa também aumentou o valor do subsídio para financiamentos do “Minha Casa, Minha Vida” em cidades de até 20 mil habitantes. Portanto, agora o subsídio passou de R$ 10.545 para R$ 11,6 mil para os cidadãos com renda familiar bruta de até R$ 1,8 mil.

No entanto para as cidades de 20 mil a 50 mil habitantes, o valor do subsídio na faixa 2 não mudou. Desse modo ainda pode chegar a R$ 29 mil.

Também para a faixa 1,5 do programa, permanece o valor máximo de R$ 47,5 mil, para famílias que ganham até R$ 1,2 mil.

Os limites para a faixa 1,5 do programa para famílias com renda mensal de até R$ 2.600, permanecem inalterados.

Veja, abaixo, portanto, como fica o valor do subsídio nos Estados:

  • DF, RJ e SP: R$ 29 .000;
  • Sul, ES e MG: R$ 26.365;
  • Centro-Oeste, exceto DF: R$ 23.200;
  • Norte e Nordeste: R$ 23.200;
  • Municípios abaixo de 20 mil habitantes: R$ 11.600.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here