Banco Inter é opção de empréstimo para trabalhador com CPF negativado no SPC/Serasa, confira!

0
54
Negativados no SPC e Serasa que tem carteira assinada podem pedir empréstimo no Banco Inter. Foto: reprodução
Negativados no SPC e Serasa que tem carteira assinada podem pedir empréstimo no Banco Inter. Foto: reprodução

SPC/Serasa – O Banco Inter  oferece empréstimo consignado para quem está com o CPF negativado no SPC e Serasa. Tal empréstimo já existia para aposentados e pensionistas. Entretanto, a modalidade também é agora acessível para o trabalhador que, porventura, possua carteira assinada. A solicitação pode ser feita diretamente pelo site do banco, que fará a análise para liberação de crédito. Entenda como funciona.

Como funciona o empréstimo sem consulta ao SPC/Serasa

Leia também:  Nubank: novidade na NuConta promete facilitar a vida dos clientes do banco digital; confira

Banco Inter faz empréstimo sem consulta a SPC e Serasa a trabalhadores celetistas. Foto: reprodução
Banco Inter faz empréstimo sem consulta a SPC e Serasa a trabalhadores celetistas. Foto: reprodução

O Banco Inter tem oferecido diferentes opções de empréstimo, tais como: Financiamento Imobiliário, Crédito com Garantia de Imóvel, Crédito Consignado para aposentados e pensionistas, Crédito Corporativo e Antecipação de Recebíveis.

Além disso, o banco disponibiliza empréstimo consignado para negativados, sem consulta ao SPC/Serasa, também quando se tratar de funcionários de empresas privadas com carteira assinada.

Veja também: 

Contudo, a empresa onde o trabalhador exerce sua atividade precisa ter um convênio com a instituição. O banco, por sua vez, afirma em seu site, que fará uma análise e avaliação.

Vale ressaltar que esse empréstimo oferecido para quem está negativado no SPC/Serasa é limitado a R$ 5 mil.

Vantagens do empréstimo consignado

Essa modalidade de crédito já é bastante conhecida e praticada para aposentados, pensionistas e funcionários públicos. Possui bem menos burocracia.

Além disso, o desconto das parcelas de pagamento são realizados diretamente nos salários mensais do contratante. Não podendo, assim, passar do limite máximo de 30% do salário.

Portanto, isso faz a concessão consignada ter taxas de juros mais baixas do que normalmente são oferecidas no mercado. Especialmente, na comparação com o cheque especial ou cartão de crédito.

Ademais, o próprio rendimento mensal (salário, aposentadoria ou pensão) do cliente que contrata o empréstimo, é uma certeza de pagamento para os bancos.

No caso em questão, trata-se de trabalhadores que possuem estabilidade no serviço ou já recebem benefícios do INSS. Razão, principal, portanto, para não se consultar a situação do CPF, junto ao SPC e Serasa. 

Consignado para trabalhador da iniciativa privada

O trabalhador comum, aquele da iniciativa privada, que portanto não é funcionário público, não tem estabilidade no emprego, via de regra. Por tal motivo, não se oferecia a ele a modalidade de empréstimo consignado.

Entretanto, recentemente, tornou-se possível a esse trabalhador fazer uso do seu FGTS. E, desse modo, garantir o contrato de empréstimo com 10% do saldo da sua conta vinculada na Caixa. Em casos de demissão, também dos 40% referentes à multa trabalhista.

Leia também: Dívida com a faculdade? Conheça os passos para negociar e limpar o nome no SPC/Serasa

Logo, o empréstimo consignado sem consulta ao SPC/Serasa tornou-se uma possibilidade para esse trabalhador também.

Para se fazer essa modalidade de empréstimo, a instituição financeira precisa ter um convênio com a Caixa Econômica Federal. Pois é esse banco público, que administra todas as contas do FGTS.

Atenção para os convênios!

Além do convênio necessário entre bancos e a Caixa, torna-se fundamental que a empresa onde o trabalhador privado exerce seu contrato de trabalho, também tenha um convênio com o banco que vai emprestar o dinheiro consignado.

No caso do Banco Inter, existe uma lista dessas empresas com as quais ele possui convênio. A consulta pode ser feita mais abaixo.

Veja ainda:

Parceira da Serasa oferece empréstimo online sem consulta ao CPF; saiba mais

No entanto, se o trabalhador tem dúvidas, pode buscar informações no setor de Recursos Humanos (RH) do seu próprio empregador. Até para saber se a empresa fez convênio com alguma outra instituição financeira.

Relação completa de quem pode solicitar o empréstimo consignado no Banco Inter e como solicitar:

  • Aposentados e pensionistas do INSS;
  • Servidores municipais das prefeituras de Belo Horizonte, Contagem, Salvador e São Paulo;
  • Servidores públicos federais – SIAPE;
  • Servidores dos Tribunais de Justiça – TJMG e TER-MG;
  • Servidores públicos estaduais: Governos da Bahia, de Goiás, do Mato Grosso do Sul, de Minas Gerais, do Paraná, do Rio de Janeiro, de São Paulo (SEFAZ – SP, PMESP e SPPREV – Previdência) e Metrô de São Paulo;
  • Militares das forças armadas: Marinha do Brasil, Aeronáutica do Brasil, Exército Brasileiro
  • Empresas conveniadas: Conedi Participações, Concert Technologies, EletroTransol, Log Commercial Properties, Magnus Serviços, Magnus Segurança Patrimonial, MRV Engenharia, MRV Construções, MRL Engenharia, Prime Incorporações, Urbamais, Zetrasoft

Leia também:  Empresa do Santander faz aniversário e promete taxas baixas em empréstimo sem consulta ao SPC/Serasa

Atualmente, o empréstimo pode ser solicitado através do site ou do aplicativo do Banco Inter, que está disponível para sistemas operacionais iOS e Android.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here