Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Mais Lidas

Todo mundo comentando

MEI: veja onde conseguir empréstimo para desenvolver o negócio

Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

Um dos fatores que assusta um MEI na hora de empreender e dificulta o desenvolvimento do negócio é a questão financeira, já que para uma boa gestão, ter fôlego financeiro é essencial.

Assim, ter como contratar um empréstimo em condições favoráveis pode ser uma solução bem interessante, seja na formação do capital de giro, ou até mesmo para realizar uma reforma e modernizar o negócio.

Contudo, uma das grandes vantagens da formalização, através da modalidade de MEI (Microempreendedor Individual) são as condições diferenciadas ofertadas pelas instituições financeiras, como conta jurídica e empréstimos.

Leia ainda: Cartão de crédito: Mastercard Black do Banco do Brasil é para público seleto

MEI: veja onde conseguir empréstimo para desenvolver o negócio
MEI: veja onde conseguir empréstimo para desenvolver o negócio

Onde o MEI pode encontrar uma linha de empréstimo

A maioria dos bancos e financeiras oferecem linhas de empréstimo específicas para quem é MEI, contudo, vale destacar as opções dos bancos federais, como:

  • CAIXA Econômica,
  • Banco do Brasil,
  • Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES);

Em geral, a modalidade mais trabalhada por essas instituições é a de microcrédito.

Vale destacar ainda que muitas financeiras oferecem linhas de crédito específicas para cada objetivo de um empreendedor.

Assim, dependendo da instituição, é possível que o cliente encontre um empréstimo específico para cada tipo de necessidade. Ou seja, é possível receber crédito para compra de novos equipamentos e outro para quitação de dívidas, por exemplo.

Leia ainda: MEI: 4 ideias para começar um negócio lucrativo com menos de mil reais

Valor do empréstimo pode ser de no mínimo R$ 300 e chegar a R$ 20 mil

A quantia do valor concedido de empréstimo para o MEI pode variar de acordo com a instituição.

No entanto, vale lembrar que essa modalidade de empréstimo não costuma ultrapassar o total de R$ 20 mil.

Mas, dependendo da instituição financeira, o MEI terá que apresentar:

Plano de investimento – Criar um documento no qual apresente as razões para a solicitação do crédito, bem como o planejamento de onde será aplicado o investimento.

Documentação – Apesar de cada instituição solicitar uma documentação diferente, a maioria delas exige a apresentação do RG, CPF, comprovante de residência e o Certificado do MEI.

Comprovante de renda – Para isso, o empreendedor deve ter os comprovantes de renda, tanto de pessoa física, quanto da pessoa jurídica.

Por meio desses itens, o banco traçará o perfil financeiro e verificará se o empreendedor possui recursos para arcar com os pagamentos, já que apesar de ser uma linha diferenciada, voltada para o MEI, ainda assim é preciso que o empreendedor demonstre a possibilidade de arcar com os compromissos.

O MEI deverá destinar os recursos especificamente para o desenvolvimento do negócio

Vale lembrar que um empréstimo para MEI deve ser utilizado única e exclusivamente, para o desenvolvimento do negócio.

O microempreendedor deverá usar o dinheiro para aquisição de máquinas, equipamentos, softwares de gestão, formação de capital de giro e de estoque, entre outros.

Além disso, é preciso que o empreendedor planeje a utilização do empréstimo com inteligência e faça dessa injeção de capital um forte aliado no crescimento do negócio.

Leia ainda: MEI: como usar o LinkedIn para turbinar o seu negócio

Ajude a fazer o Diário Prime News! Tem dúvidas, críticas ou sugestões de pauta? Fale conosco! Mande email para contato@dpnews.com.br  


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!