MEI: como ser um freelancer e ter um negócio online sem precisar investir

0
70
MEI: como ser um freelancer e ter um negócio online sem precisar investir
MEI: como ser um freelancer e ter um negócio online sem precisar investir

Em tempos de crise, com muitos postos de trabalho sendo fechados e empresas com sérias dificuldades financeiras, principalmente os micro e pequeno empresários, com um MEI, construir um negócio online, alcançando uma grande quantidade de pessoas, sem precisar investir nada,  a não ser tempo, pode parecer bom demais para ser verdade, mas de fato, essa opção está ao alcance de qualquer um.

O trabalho como freelancer, termo inglês para denominar o profissional autônomo, é uma forma de começar um negócio online e fechar serviços diariamente, com bom faturamento.

Para um MEI, prestador de serviços, a oportunidade de trabalhar por meio de plataformas digitais pode significar uma mudança decisiva no sucesso do seu negócio. Entenda mais.

MEI: como ser um freelancer e ter um negócio online sem precisar investir
MEI: como ser um freelancer e ter um negócio online sem precisar investir

Quais os serviços que MEI pode ofertar?

A gama de serviços é bem ampla e não se restringe a ofertar trabalhos apenas de forma online, já que o MEI pode conseguir muitos clientes e ofertar serviços presenciais, tais como:

  • serviços de reformas e instalações (elétrica, hidráulica, pintura),
  • serviços domésticos,
  • jardinagem,
  • beleza (cabelo, manicure, pedicure),
  • reforço escolar, etc.

Mas existe também muita procura por serviços de:

  • design gráfico,
  • produção e edição de vídeos e animações,
  • redação de artigos,
  • criação de sites,
  • administração de redes sociais,
  • desenvolvimento de aplicativos e softwares,
  • finanças e administração,
  • serviços jurídicos
  • tradução de conteúdo, entre outros.

Certamente, a grande vantagem é que o freelancer pode ter seu negócio online de forma simples, rápida, já podendo ofertar para uma boa quantidade de pessoas.

E onde é possível ofertar esses serviços?

Conheça algumas das principais plataformas que o MEI pode se utilizar:

Workana

Essa é uma plataforma muito procurada por pessoas em busca de serviços de: criação de sites, logotipos, redação publicitária, marketing digital, produção de aplicativos, edição de vídeos, serviços de tecnologia etc.

Portanto, para o MEI que atua em algum desses segmentos, essa plataforma é uma das melhores.

Além disso, não é preciso pagar nada pelo cadastro e em poucos minutos o empreendedor já começa a receber propostas em seu e-mail.

Mas o MEI terá que pagar uma comissão de 20% pelos serviços que vender.

A plataforma também possui alguns planos pagos que dão direito a benefícios extras, como aparecer para mais pessoas e também ter acesso a mais ofertas.

Contudo, apesar dos custos, as chances de conseguir vender serviços, através da Workana, são muito boas.

O MEI que desejar se cadastrar, basta acessar o site.

Get Ninja

Essa plataforma recebe mais de 200 mil pedidos de serviços todos os meses e já possibilitou mais de R$ 450 milhões de reais em pagamentos.

Além disso, por meio de um aplicativo, disponível para baixar nas lojas Google Play e App Store, o MEI pode cadastrar seus serviços e receber as propostas diretamente pelo celular.

O cadastro na plataforma é totalmente gratuito e para se cadastrar basta acessar o site, clicando no link.

Crafty

O Crafty é uma ferramenta completamente gratuita.

Nesta plataforma o profissional é contratado diretamente por contratantes interessados nos serviços e a negociação é feita diretamente com eles, sem qualquer interferência.

O cadastro é feito através de um aplicativo, disponível no Google Play e no App Store.

Após baixar aplicativo, o MEI deverá enviar uns documentos solicitados para em seguida começar a receber as solicitações de serviços.

Para entender mais sobre essa plataforma, basta acessar o site, clicando aqui.

Conhecimentos importantes que vão ajudar o MEI a construir um negócio online de sucesso

Um negócio online de sucesso vai exigir do MEI tanto esforço como qualquer outro empreendimento, mas é possível seguir alguns passos e ampliar as chances de êxito.

Conhecer algumas estratégias, ferramentas e técnicas do mundo digital serão muito úteis, já que podem funcionar como atalhos.

Por isso, é muito importante entender de:

  • marketing digital,
  • tráfego de internet,
  • gestão de redes sociais,
  • produção de conteúdo,
  • anunciar no Google, etc.

Tudo isso conta muito no desenvolvimento de uma empresa, independentemente do seu tamanho.

Além disso, hoje é possível se qualificar em diversas áreas investindo muito pouco, pois existem diversos cursos online que oferecem conhecimento de qualidade.

É possível também baixar conteúdo gratuito para dar os primeiros passos, como ebooks e vídeos.

Um bom empreendedor deve sempre estar se atualizando e tomando a inciativa necessária para transformar seus planos em realidade.

Leia ainda:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here