Entenda os tipos de aposentadoria nas regras atuais do INSS

0
200
INSS: entenda os tipos de aposentadoria nas regras atuais
INSS: entenda os tipos de aposentadoria nas regras atuais

As formas de aposentadoria do INSS estão prestes a passar por mudanças, com a reforma da Previdência, por isso, é importante conhecer os tipos e os critérios atuais para se aposentar. É importante deixar claro, portanto, que nada vai mudar para quem já está aposentado ou prestes a se aposentar pelo INSS, na legislação em vigor.

inss tipos de aposentadoria
INSS: Entenda os tipos de aposentadoria nas regras atuais

São quatro, os tipos de aposentadoria do INSS

Podem solicitar aposentaria pelo INSS, os trabalhadores com carteira assinada e os autônomos que contribuem pelos carnês.

Conheça os quatros tipos de aposentadoria:

  • Idade;
  • Tempo de contribuição;
  • Invalidez;
  • Especial.

O sistema previdenciário atual, funciona sob o regime de seguro social público, coletivo e compulsório.

Nesse formato, é descontado do trabalhador, de forma mensal, um valor destinado a pagar a aposentadoria de quem já se aposentou.

A seguridade Social Brasileira (art.194, CF/88), foi uma grande conquista na Constituição Federal de 1998.

Esse sistema é formado pela Saúde, Assistência Social e a Previdência Social.

Saiba mais:Financeiras fazem empréstimo para terceiros com CPF de aposentados pelo INSS

E quais são os critérios de cada tipo, nas regras atuais?

Idade

Trabalhadores da zona urbana precisam ter 65 anos (homens) e 60 anos (mulheres).

Entretanto, para quem se inscreveu no INSS a partir de 24 de julho de 1991, será necessário ter feito pelo menos 180 contribuições, portanto, 15 anos de contribuição.

Este tempo de contribuição não precisa ter ocorrido de forma ininterrupta, porém, neste caso, você terá que comprovar que fez as contribuições (180 no mínimo) no decorrer da sua vida.

No caso de trabalhadores rurais, já é um pouco diferente.

A idade mínima passa a ser de 60 anos (homem) e 55 (mulheres), além disso, será preciso possuir algum documento que comprove o trabalho no campo pelo período de 15 anos, tais como: contratos de arrendamento e notas fiscais de comercialização de produção rural.

Ainda sobre a aposentadoria do trabalhador rural, não existe um tempo mínimo de contribuição a ser cumprido.

Tempo de contribuição

Aqui a regra que importa é o tempo de trabalho.

Para se aposentar, você terá de ter trabalhado 35 anos (homem) e 30 anos (mulher).

Entretanto, para o cálculo exato do valor da aposentadoria que será pago, será analisado o tempo de contribuição e a idade.

Existem regras diferentes para algumas categorias, como a dos professores, na qual já é possível se aposentar com 25 anos de tempo de contribuição e 50 anos de idade (mulheres), entretanto,para os homens, essa relação é de 30 e 55 anos.

Invalidez

Este tipo de aposentadoria é concedido somente às pessoas que não podem mais exercer uma atividade remunerada.

Isso ocorre geralmente por motivo de alguma doença ou até mesmo por causa de um acidente.

Cabe ressaltar que caso a pessoa não seja inscrita como contribuinte do INSS e tenha dado entrada na solicitação, após ter contraído a doença ou que tenha sofrido lesão, o benefício não será concedido.

Será preciso ter no mínimo 12 meses de contribuição, no entanto, há uma exceção: Acidentes de trabalho.

Em uma situação dessas, não vai importar o tempo de contribuição.

Especial

Destinada aos trabalhadores que estão expostos a situações prejudiciais à saúde ou à integridade física.

Neste caso, será necessário obter um laudo médico que ateste que no exercício da função, você foi exposto a agente nocivos.

O tempo de contribuição depende de uma classificação do quão insalubre, nociva ou perigosa era sua atividade.

O nível máximo permite uma pessoa se aposentar com 15 anos de exercício da função.

A reforma da previdência poderá modificar muitas regras

Neste ano de 2019, deverá ser votada a reforma de previdência, um dos principais projetos do governo atual e, portanto, muitas mudanças estão sendo discutidas.

Fique atento às propostas, acompanhe nossos artigos e assine as notificações do site, para ser avisado das novidades.

Afinal, as regras para se aposentar podem ser alteradas.

Saiba mais:Confira sobre o FGTS do aposentado frente a Reforma da Previdência

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here