Sou cadastrado no Cadastro Único, como faço para receber o auxílio emergencial? Saiba

0
247
Sou cadastrado no Cadastro Único, como faço para receber o auxílio emergencial? Saiba
Sou cadastrado no Cadastro Único, como faço para receber o auxílio emergencial? Saiba - Imagem: Divulgação UOL

Entre os beneficiários do auxílio emergencial, estão as pessoas inscritas no Cadastro Único. Dessa forma, o auxílio começou a ser pago ainda em abril em decorrência da pandemia pela Covid-19, como forma de enfrentamento, propiciado pelo governo, para a população mais vulnerável. Contudo, se eu sou cadastrado no Cadastro Único, como faço para receber o auxílio emergencial?

Sou cadastrado no Cadastro Único, como faço para receber o auxílio emergencial? Saiba
Sou cadastrado no Cadastro Único, como faço para receber o auxílio emergencial? Saiba – Imagem: Divulgação UOL

Esta tem sido a dúvida de diversas pessoas que não tiveram acesso ao benefício, embora participem do CadÚnico. Saiba, portanto, as causas para o indeferimento das solicitações e informações pertinentes.

Leia também:Como se cadastrar no CadÚnico 2020? Saiba como fazer 

Sou cadastrado no Cadastro Único, como faço para receber o auxílio emergencial?

Os inscritos no Cadastro Único não precisaram solicitar o auxílio emergencial pelos meios digitais, pois os dados dos potenciais beneficiários da ajuda financeira já estavam disponíveis.

Assim, houve somente o cruzamento deles para que fosse possível verificar se os interessados atendiam às regras do auxílio.

Dessa forma, quem atendia aos critérios de participação do auxílio foi incluído automaticamente no projeto. Para quem recebe o Bolsa Família, as datas para o pagamento aconteceram e acontecem de acordo com o calendário regular do programa.

Para os inscritos no CadÚnico que não recebem o Bolsa Família, o pagamento também é automático. Porém, é realizado por um calendário específico e por meio de contas bancárias.

Se o beneficiário possuir conta poupança da Caixa Econômica Federal (CEF) ou do Banco do Brasil, pode receber por elas. Caso não tenha, uma conta social digital da CEF é aberta automaticamente.

Portanto, se mesmo com o cadastro (atualizado ou não) no Cadastro Único, a pessoa não teve acesso ao auxílio emergencial, significa que ela deixou de cumprir alguma exigência do auxílio, mesmo se recebeu alguma das parcelas; ou não é apta para participar do programa por algum motivo, como renda superior ao que é estabelecido, por exemplo.

Leia ainda: Cadastro Único para receber o auxílio emergencial: inscrição e data de pagamento

Auxílio emergencial será pago até dezembro

Ainda em abril, a Dataprev, órgão responsável por analisar quem estava apto ou não a receber o auxílio, informou que cerca de 30% dos inscritos no Cadastro Único não poderiam receber as cotas de R$ 600 e R$ 1.200 (no caso de mães solo).

Desde então, o governo reavaliou as solicitações e diversas pessoas que deixaram de atender ao regulamento do auxílio não tiveram acesso às parcelas posteriores.

Dessa forma, as inscrições terminaram no último dia 2 de julho e o governo não sinalizou a reabertura de novas solicitações, visto que o auxílio será pago até o final do ano, em quatro parcelas de R$ 300.

Portanto, independentemente da forma de ingresso no auxílio emergencial, se aconteceu pelo Bolsa Família, pelo Cadastro Único, por ser microempreendedor individual (MEI) ou outros, se alguma regra deixou de ser cumprida, o beneficiário fica impedido de ser contemplado pelo auxílio.

Veja agora: Cidadão ou membros da família já receberam o auxílio emergencial? Entenda os pagamentos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here