Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Mais Lidas

Todo mundo comentando

PIS/Pasep: saiba como consultar o saldo do PIS pelo CPF

Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

30 de dezembro – Beneficiários do abono salarial do PIS/Pasep podem realizar a consulta do saldo pelo CPF e por outros canais. Os aniversariantes de janeiro a junho, que irão receber o pagamento do PIS/Pasep a partir de janeiro de 2020, podem consultar antes o valor a ser recebido e para isso, o aplicativo Caixa Trabalhador também é uma maneira prática.

Vale ressaltar que qualquer trabalhador, mesmo se já recebeu o pagamento do abono esse ano, também deve saber como estar sempre consultando seu saldo.

Entenda mais sobre o abono salarial e também como fazer a consulta do saldo pelos canais disponíveis.

Veja também:O valor do PIS/Pasep vai mudar com o aumento do salário mínimo? Entenda

PIS/Pasep: saiba como consultar o saldo do PIS pelo CPF
PIS/Pasep: saiba como consultar o saldo do PIS pelo CPF

É possível consultar o PIS/Pasep das seguintes maneiras:

PIS (trabalhador de empresa privada):

  • Aplicativo Caixa Trabalhador. É possível baixar no Google Play e no App Store
  • Site da Caixa (www.caixa.gov.br/PIS), clicando em “Consultar Pagamento”.
  • Pelo telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207

Para consultar o PIS pelo CPF

Para consultar o PIS com o seu número de CPF o caminho é através do site Meu INSS.

Além disso, também é possível conferir o seu tempo de contribuição. Veja qual o procedimentos que você deve seguir:

  1. Acesse o portal Meu INSS;
  2. Em seguida, clique em Entrar (no canto superior direito);
  3. Após isso, selecione – Cadastre-se;
  4. Preencha os dados solicitados (CPF, data de nascimento, nome, e-mail, celular, nome da mãe e estado);
  5. Clique em Próxima;
  6. Lembre-se de anotar a senha que o sistema vai criar para você e em seguida,
    Informe seu CPF e a senha;
  7. Faça o login e altere a senha para uma que você queira;
  8. Acesse novamente, só que desta vez com a sua senha;
  9. Ao clicar no canto superior direito, você verá os dados do usuário, com seu nome, CPF e o NIT/PIS.

Dessa forma, poderá verificar as informações desejadas quanto ao seu PIS.

Pasep (servidor público):

Através dos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil:

  • 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas)
  • 0800 729 0001 (demais cidades)
  • 0800 729 0088 (deficientes auditivos).

O que é o PIS/Pasep?

O Programa de Integração Social (PIS) é a contribuição social realizada pelas empresas para garantir o pagamento do seguro desemprego e do abono salarial. Para trabalhadores do setor privado, o benefício é pago na Caixa Econômica Federal.

Já o Programa de Formação do Patrimônio Público (PASEP) tem a mesma função, mas serve para os servidores públicos. Ele é pago por meio do Banco do Brasil.

O que é o abono salarial?

O abono salarial do PIS/Pasep é um pagamento anual que vai de R$ 84 a R$ 998 (salário mínimo em 2019), de acordo com o tempo de trabalho no ano de referência, que nesse momento é o ano de 2018.

Portanto, o valor máximo pago é de até um salário mínimo e varia de acordo com o tempo que a pessoa esteve empregada. Se ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou só um mês, por exemplo, ganha 1/12 do mínimo (o que significa R$ 84,00, arredondando).

Os pagamentos do abono salarial obedecem ao calendário, que levam em consideração o mês de aniversário (no caso do PIS) ou pelo número de inscrição (no caso do PASEP).

Ambos os calendários iniciam em julho do ano subsequente ao ano base e chegam ao fim em junho do outro ano. Ou seja, se o ano base é 2017, o pagamento é feito a partir de julho de 2018 e vai até junho de 2019.

Quem tem direito ao abono salarial?

Para ter direito, o trabalhador precisa:

  • Estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Receber remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
  • Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Etenda o que são as Cotas do fundo PIS/Pasep

As Cotas são o resultado dos créditos depositados pelo empregador no Fundo PIS/PASEP, entre os anos de 1971 a 04/10/1988.

Portanto, terá direito ao benefício, quem trabalhou nesse período. Trabalhadores de empresa privada têm cota no PIS, enquanto quem atuou em órgão público tem cota no Pasep.

O valor médio das cotas é de R$ 1.400 reais. A ação faz parte da medida provisória que flexibilizou regras de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Os valores depositados no programa estão disponíveis para saque uma vez iniciado o calendário de pagamento do abono salarial e dos rendimentos. No entanto, apenas trabalhadores cadastrados até 1988 podem sacar a cota de rendimentos.

Antes da medida implantada pelo governo, só poderia retirar o dinheiro do fundo PIS/Pasep, o trabalhador que se aposentasse ou tivesse completado mais de 60 anos de idade.

Leia ainda:FGTS: mais da metade dos trabalhadores não retirou o dinheiro; veja até quando pode sacar

Ajude a fazer o Diário Prime News! Tem dúvidas, críticas ou sugestões de pauta? Fale conosco! Mande email para contato@dpnews.com.br  


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!