Liberação do FGTS ajuda na recuperação da economia e na geração de empregos; saiba mais

0
188
Liberação do FGTS ajuda na recuperação da economia e na geração de empregos
Liberação do FGTS ajuda na recuperação da economia e na geração de empregos

23 de dezembro – A liberação do saque do FGTS é um dos principais responsáveis pela recuperação da economia nesse final de ano. A expectativa de vendas no varejo, nessa final de ano, pode superar os R$ 36 bilhões com uma taxa de crescimento acima dos 5%. Número semelhante do período pré-crise de 2013, segundo dados da CNC (Confederação Nacional do Comércio).

Com a expectativa otimista por parte dos lojistas, o número de empregos gerados nesse final de ano também deve ser superior aos últimos anos. A previsão é da Associação Brasileira do Trabalho Temporário. A entidade aposta na abertura de 570 mil vagas, diante das 500 mil do ano passado.

O trabalhador temporário deve ter o mesmo salário do trabalhador efetivado, além de ter direito a recebimento de horas extras, contribuição ao INSS, FGTS, 13º salário, férias proporcionais ao período trabalhado, adicional por trabalho noturno e repouso semanal remunerado.

Nessa forma de contratação, no entanto, não cabe o aviso prévio, a multa dos 40% do FGTS nem o seguro-desemprego.

Leia ainda:

Liberação do FGTS ajuda na recuperação da economia e na geração de empregos
Liberação do FGTS ajuda na recuperação da economia e na geração de empregos

Saque imediato do FGTS pode chegar a um salário mínimo; entenda

Para entender melhor, a Medida Provisória 889/2019 dispõe sobre as novas modalidades de saque do FGTS, como saque imediato e saque aniversário. A MP já está em vigor desde julho deste ano.

O aumento do limite no valor do saque imediato, que hoje é de R$ 500 para R$ 998, valor do salário mínimo atual, é quase o dobro do valor antes liberado. Certamente, um benefício extra para quem já estava disposto a realizar o saque.

O objetivo da mudança é reaquecer o consumo e a economia do Brasil. Dessa maneira, o governo estima que os saques devem injetar cerca de R$ 3 bilhões na economia do país. Enquanto os saques totais (para aqueles que retiraram até R$ 500) do FGTS resultarão em R$ 42 bilhões.

Exemplos

  1. Se um trabalhador tinha R$ 998 depositado na conta do FGTS e sacou R$ 500, ele poderá agora sacar a diferença, ou seja, R$ 498,00;
  2. Em outra situação, se o trabalhador tivesse R$ 700 de saldo depositado no FGTS e tivesse sacado o limite permitido, antes da alteração na medida da provisória, que era de R$ 500, ele agora poderá sacar o restante, ou seja, R$ 200;
  3. E caso ele tenha mais de uma conta, ele poderá sacar o valor até completar os R$ 998,00 de cada uma delas.

Como sacar o dinheiro do FGTS

Quem já fez o saque de R$ 500 e tem direito a sacar até R$ 998, inclusive os que não possuem conta na Caixa, podem retirar o valor de suas contas ativas e inativas do FGTS nas unidades lotéricas, nos correspondentes Caixa Aqui, nos caixas eletrônicos e agências do banco. Veja em quais situações:

Saque de até R$ 100,00 por conta:

Nas unidades lotéricas, utilizando o CPF e o documento de identificação.

Saque de até R$ 500,00 por conta:

  • Nas Unidades Lotéricas ou correspondentes CAIXA AQUI, utilizando o Documento de Identificação, Cartão do Cidadão com senha.
  • Nos Terminais de Autoatendimento utilizando o CPF e a senha Cidadão.

Leia ainda:

Crefisa oferece empréstimo para negativados no SPC/Serasa; saiba mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here