Minha Casa Minha Vida é afetada com redução do subsídio do FGTS; entenda

0
32
FGTS: subsídio ao Minha Casa Minha Vida será reduzido; entenda
FGTS: subsídio ao Minha Casa Minha Vida será reduzido; entenda

22 de Fevereiro – Na última quarta-feira (19) o Governo Federal aprovou a redução do subsídio do FGTS (fundo de garantia por tempo de serviço) ao programa Minha Casa Minha Vida. Essa redução se dará a partir do próximo ano e será de R$ 500 milhões por ano.

Entenda mais abaixo o impacto dessa decisão e o que ela significa.

FGTS: subsídio ao Minha Casa Minha Vida será reduzido; entenda
FGTS: subsídio ao Minha Casa Minha Vida será reduzido; entenda

Leia também:

FGTS poderá ser sacado para custear plano de saúde; conheça projeto de lei

Redução do subsídio do FGTS ao programa de moradia

A redução do subsídio do fundo de garantia por tempo de serviço ao programa Minha Casa Minha Vida terá início em 2021 e se manterá até 2023. Assim, o orçamento será cortado, ano a ano, em R$ 500 milhões.

A proposta inicial era de corte de 70% do orçamento. Dessa forma, ele, que hoje é de R$ 9 bilhões, seria reduzido para R$ 3 bilhões já em 2020.

Contudo, a reação negativa dos setores da construção civil levou o Governo Federal a aderir à redução gradativa (ano a ano) do orçamento concedido pelo FGTS, ao programa de moradia.

Em 2020 o orçamento para o programa ainda será de R$ 9 bilhões. Entretanto, a partir de 2021 ele será de R$ 8,5 bilhões até chegar em R$ 7 bilhões em 2023, data final da progressão.

Subsídios do FGTS

Os subsídios do FGTS que financiam o programa Minha Casa Minha Vida funcionam conforme a renda da família.

Dessa forma, famílias com renda entre R$ 2.600 e R$ 4.000 mensais que tenham em sua composição trabalhadores formais com contas de fundo de garantia podem fazer uso do subsídio.

O valor dele depende da renda da família e pode ser de até R$ 47.500.

Continue lendo:

FGTS pode ser sacado por razões de saúde; veja documentos necessários

Minha Casa Minha Vida

O programa Minha Casa Minha Vida é um programa habitacional do Governo Federal que oferece condições atrativas para a realização de financiamento de moradias nas áreas urbanas e rurais.

Dessa forma, famílias com renda bruta de até R$ 7 mil ao mês podem conquistar o sonho da casa própria por meio de benefícios.

Assim, são oferecidos, por exemplo, juros menores e condições de pagamento mais atrativas, além de descontos nos financiamentos.

O programa opera em parceria com estados e municípios, assim como com empresas e entidades sem fins lucrativos e vem mudando, portanto, a vida de milhares de famílias brasileiras com a garantia do imóvel residencial próprio.

Confira ainda:

FGTS: data final para trabalhador fazer saque imediato se aproxima; confira

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here