Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.
..

..

FGTS: limitações de calendário para saque imediato termina em dezembro; saiba mais

Até o mês seguinte, trabalhadores precisam aguardar o calendário do FGTS divulgado pela Caixa


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

30 de novembro de 2019 – Até o momento, o saque imediato do FGTS para não correntistas da Caixa Econômica Federal, ainda estão limitados às datas de aniversário. Seguindo, portanto, a ordem crescente (do mês 1 ao 12) de um calendário organizado pelo próprio banco. Apenas os aniversariantes de janeiro a agosto puderam sacar. Os de agosto foram liberados na sexta-feira (29).

A partir de dezembro todos poderão retirar o dinheiro referente ao seu FGTS. A obrigatoriedade ou limitação de cumprir o calendário acaba no dia 18 de dezembro deste ano de 2019, data que contempla os últimos aniversariantes os dos meses 11 e 12.

Mas o prazo final para o saque imediato, independente de mês de aniversário, segue, portanto, até o dia 31 de março de 2020.

Veja também:

FGTS: o que o aumento do salário mínimo representa para o fundo de garantia?

FGTS: limitações de saques imediatos terminam em dezembro
FGTS: limitações de saques imediatos terminam em dezembro

Como funciona o saque imediato das contas ativas e inativas do FGTS

O calendário de saques do FGTS foi organizado de acordo com o mês de aniversário do trabalhador. Será permitido, portanto, sacar de todas as contas que o trabalhador tenha no FGTS, ativas ou inativas.

As contas ativas dizem respeito ao emprego atual, ou seja, é a conta que está atualmente aberta pela empresa em que a pessoa está trabalhando.

Já as contas inativas são aquelas que foram abertas em empresas que a pessoa já trabalhou anteriormente.

Limite de saque

Não há limite do número de contas para os saques. Por exemplo, se o trabalhador tiver três contas entre ativas e inativas ele pode sacar até R$ 1.500 – R$ 500 de cada conta.

Contudo, se tiver R$ 300 na conta, por exemplo, poderá retirar o valor total. Mas o trabalhador só poderá fazer um único saque de cada conta.

Vale lembrar, ainda, que o cidadão continuará a ter direito à retirada integral do valor do FGTS, em caso de demissão sem justa causa e mais a multa de 40% sobre o valor total depositado.

Saque de até R$ 998,00

O Senado Federal aprovou uma Medida Provisória 889/2019 alterando o valor para R$ 998. Entretanto, a mudança atinge apenas algumas pessoas.

A alteração foi direcionada especificamente para aquelas pessoas que tinham o valor máximo de R$ 998 em seu saldo do FGTS até o dia 24 de julho de 2019, data em que a MP foi aprovada pelos senadores.

Portanto, somente tais pessoas poderão realizar um novo saque, caso já tenham retirado o primeiro valor, ou retirar o valor total de até um salário mínimo. Lembrando: os saques servem para contas ativas e inativas.

Se quiser entender mais sobre o assunto, confira nossa matéria: FGTS: quem pode sacar o novo valor aprovado pelo Senado? Confira

Ajude a fazer o Diário Prime News! Tem dúvidas, críticas ou sugestões de pauta? Fale conosco! Mande email para contato@dpnews.com.br  


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!