Coronavírus: verba para Bolsa Família e mais dinheiro do FGTS; confira medidas

0
21
Coronavírus: verba para Bolsa Família e mais dinheiro do FGTS; confira medidas
Coronavírus: verba para Bolsa Família e mais dinheiro do FGTS; confira medidas

Na noite da última terça-feira (24), através de transmissão em cadeia nacional, o presidente Jair Bolsonaro se mostrou contrário às medidas de contenção da pandemia de coronavírus que vem sendo adotadas em todo o mundo, inclusive, aqui no Brasil, como a recomendação de quarentena da população.

Contudo, o ministério da economia já havia sinalizado e determinado algumas  medidas para amenizar a situação financeira e, desse modo, combater a crise do coronavírus.

Como a principal orientação em muitos pontos do país é para as pessoas ficarem em casa, e assim, conter a disseminação da doença, são necessários  recursos financeiros para se manter nesse período.

Por isso, é importante conhecer quais as ações adotadas até agora para, assim, pode exigir seus direitos.

Conheça as principais medidas tomadas até agora:

Veja as principais medidas:

  • Antecipação do 13º de aposentados

O ministro da economia Paulo Guedes afirmou que a segunda parte também será antecipada, de modo que todos os beneficiários devem receber as duas parcelas até maio.

O ministério prevê que a medida vai colocar em circulação R$ 46 bilhões nos próximos meses.

  • Antecipação do abono salarial

Com essa ações o governo visa injetar R$ 12,8 bilhões na economia brasileira ainda no primeiro semestre

  • Mais dinheiro para o Bolsa Família

O governo afirmou que vai destinar mais R$ 3,1 bilhões para o Bolsa Família.

A expectativa, inclusive, é que esses recursos permitam incluir 1 milhão de beneficiários no programa.

  • Mais saques do FGTS

Segundo o ministro Paulo Guedes, o governo “examina” liberar mais saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

O Ministério da Economia anunciou que valores não sacados do PIS/Pasep serão transferidos para o FGTS para permitir novos saques.

Com esse remanejamento, o governo espera liberar R$ 21,5 bilhões.

  • Suspensão da prova de vida e dispensa de perícia

O INSS publicou portaria que suspende a prova de vida dos beneficiários por 120 dias, a partir já desses mês de março.

Isso significa que aposentados e pensionistas vão continuar a receber benefícios sem ter que passar pelo procedimento para comprovar que estão vivos.

O INSS também estuda facilitar a concessão do auxílio-doença para segurados da Previdência diagnosticados com covid-19.

O mais provável é que eles sejam dispensados da perícia médica.

Leia ainda:

MEI: auxílio-doença pode ser solicitado ao INSS por conta do coronavírus?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here