Empréstimo: fintechs revolucionam o acesso ao crédito

0
18
Fintechs: conheça a nova formula de se relacionar com seu dinheiro
Fintechs: conheça a nova formula de se relacionar com seu dinheiro

14 de dezembro – Que a internet revolucionou os relacionamentos interpessoais é difícil discordar. Mas com as finanças não poderia ser diferente. O acesso a empréstimo vem passando por uma transformação, já que o smarthphone potencializou ainda mais as oportunidades e deu espaço às fintechs, empresas digitais que utilizam a tecnologia na prestação de serviços financeiros.

Os bancos digitais já veem revolucionando o setor bancário brasileiro, alvo de críticas a respeito da grande burocracia e poucas alternativas. Atualmente, o cliente tem mais comodidade, menos custos e mais opções de crédito, além de pode administrar a conta digital em poucos cliques, através do celular.

Fintechs: conheça a nova formula de se relacionar com seu dinheiro
Fintechs: conheça a nova formula de se relacionar com seu dinheiro

O que são as fintechs e como elas ampliaram o acesso a empréstimos

Essa nomenclatura é uma abreviação de duas palavras de origem inglesa: finance (finanças) e technology (tecnologia).

As fintechs trabalham na otimização desses serviços financeiros, como pagamentos, transferências, oferta de cartões de crédito e empréstimos diversos.

O serviço de banco digital nem sempre é o principal produto dessas empresas. No entanto, é o que mais de destaca pela pouca burocracia e taxas acessíveis. Esses são os principais atrativos dessa modalidade de banco.

Essas instituições, portanto, oferecem atendimento online e operação enxuta, sem agências ou terminais autoatendimento próprio.

É possível abrir uma conta de forma muito simples, seja conta corrente ou poupança, investimentos, solicitação de cartão de crédito e um empréstimo online.

Acesso por meio de aplicativos torna o serviço mais seguro e dinâmico

Todo o processo de abertura de conta e até mesmo de solicitação de empréstimo e assinatura de contratos é feito através de escaneamento de documentos ou de assinaturas digitais.

As fintechs possuem aplicativos modernos e seguros e disponíveis em todas as lojas de aplicativos, para qualquer sistema operacional de smartphones.

Os bancos digitais na maior parte das vezes contam com uma plataforma própria de investimentos privados que também pode ser gerenciado pelo usuário de forma 100% online.

Em caso de cancelamento, o processo também costuma ser simples, sendo o procedimento feito pelo próprio aplicativo sem que haja a necessidade de deslocamento até uma agência, como nos bancos tradicionais.

Poucas tarifas também atraem usuários, inclusive com custos mais baixos nas operações de empréstimos

Isenções de taxas nas transferências de dinheiro para outros bancos se tornaram um diferencial das fintechs.

Esses bancos digitais enxergam isso de forma positiva e além disso oferecem transações ilimitadas e sem taxas adicionais. A cobrança de DOC e TED é comum nos bancos tradicionais.

Enquanto os bancos tradicionais cobram ao oferecer serviços como talão de cheque, cheque especial, transferências, emissão de cartões adicionais e outros. Isso, contudo, não existe nas fintechs que por terem um custo operacional bem mais baixo, conseguem transferir isso como benefícios aos clientes.

Um outro diferencial, também em função dos custos mais baixos, diz respeito as taxas de juros, que costuma ser mais baixas que as oferecidas nas operações por meio dos bancos tradicionais.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here