Valor do Bolsa Família para 2020: haverá aumento ou não? Confira

0
135
Quem tem Bolsa Família tem direito ao auxílio emergencial? Saiba mais
Quem tem Bolsa Família tem direito ao auxílio emergencial? Saiba mais

02 de fevereiro – Tendo como objetivo a inclusão social e o acesso aos serviços públicos, o Bolsa Família beneficia centenas de milhares de famílias por todo o país, concedendo-lhes uma renda mensal. As famílias contempladas pelo programa são as que estão em situação de vulnerabilidade econômica.

Valor do Bolsa Família para 2020: confira se haverá aumento
Valor do Bolsa Família para 2020: confira se haverá aumento

No entanto, a cada ano os valores do benefício são reajustados e variam de acordo com a configuração familiar.

Veja ainda:

Bolsa Família tem condicionalidade de educação; veja o que é

Futuro do Bolsa Família é incerto quanto aos valores

Ainda não ocorreram anúncios oficias sobre aumentos nos valores do Bolsa Família. Tendo em vista o baixo orçamento e a fila com quase 500 mil famílias aguardando a aprovação no programa, a expectativa de valores maiores é baixa.

No entanto, ao se pronunciar sobre a fila e a demora na concessão de novos benefícios, o Ministro da Cidadania, Osmar Terra, disse que o programa passará por reformulações.

Entende-se que essas reformulações sejam relacionadas ao atendimento de novas pessoas, bem como o aumento nos valores e o combate às fraudes.

Também não é possível dizer com exatidão qual a renda que os beneficiados pelo Bolsa Família poderão receber, pois não existe um valor fixo. O valor, portanto, depende de alguns fatores, como a configuração familiar.

Leia também:

Demora na aprovação do Bolsa Família? Entenda as causas

Valor por modalidade do Bolsa Família

Para cada modalidade é exigido um perfil específico. Na lista a seguir estão as modalidades e os requisitos necessários para inscrição, confira:

  • Benefício à gestante: R$ 41,00 mensais, durante nove meses. No entanto, o cadastro da gestante deve ser feito no programa Bolsa Família na Saúde;
  • Benefício ao recém-nascido ou crianças em fase de amamentação (Nutriz): R$ 41,00 mensais, durante seis meses. O benefício é destinado às crianças entre 0 e 6 meses de idade e exige que a criança esteja inscrita no programa;
  • Benefício vinculado ao adolescente ou variável jovem – R$ 48,00 mensais, podendo contemplar até dois adolescentes entre 16 e 17 anos, sendo exigida a frequência escolar dos mesmos;
  • Valor vinculado à criança ou adolescente – R$ 41,00 mensais para crianças e adolescentes, entre 0 e 15 anos de idade. No caso das crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, a frequência escolar é obrigatória.

Quem pode receber o benefício

Como dito anteriormente, ainda que beneficie famílias em situação de vulnerabilidade econômica, é necessário estar inteiramente dentro do perfil para que o benefício seja concedido.

O fator principal para receber variantes é que gestantes, crianças ou adolescentes de até 17 anos façam parte da composição familiar.

Além disso, famílias consideradas em situação de extrema pobreza são as que possuem uma renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa. Já as famílias pobres têm uma renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa.

Leia ainda:

Entenda os valores e modalidades do Bolsa Família para 2020

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here