Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Vai sacar o Bolsa Família? Veja no calendário quando o benefício será liberado


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

22 de janeiro – Se você é beneficiário do Bolsa Família já deve saber que o benefício do mês de janeiro já foi liberado para saque. No entanto, a data de pagamento varia de acordo com o número do NIS inscrito no programa. Por isso, é importante checar quando o valor estará disponível, assim como se programar para sacar no próximo mês. Confira o calendário abaixo.

Vai sacar o Bolsa Família? Saiba quando o benefício será liberado
Vai sacar o Bolsa Família? Veja no calendário quando o benefício será liberado

Entenda como funciona o calendário de pagamento do Bolsa Família

No mês de janeiro os saques estão disponíveis desde o dia 20 até o dia 31. Caso seja beneficiário do programa, o dia do seu pagamento é estabelecido a partir do último número do seu NIS (Número de Identificação Social), que também está impresso no cartão Bolsa Família recebido após o cadastramento.

Vale ressaltar que os valores dos benefícios ficam disponíveis para saque no prazo de até 90 dias, após a autorização do depósito.

Confira o calendário de pagamento em 2020

Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família 2020
Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família 2020

Veja também:

Bolsa Família: valor do benefício pode aumentar com melhora da economia; entenda

Onde é possível sacar o benefício?

O beneficiário do programa pode efetuar o saque nos caixas eletrônicos da Caixa, correspondentes Caixa Aqui e Lotéricas.

No entanto, se estiver sem o cartão para realizar o saque, é necessário comparecer em uma das agências da Caixa levando o seu documento de identificação oficial e explicar a situação.

Entenda o Programa Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa social que tem o objetivo de transferir renda do Governo Federal para famílias em situação de extrema pobreza e vulnerabilidade.

O benefício, que é pago mensalmente, visa garantir o acesso a serviços essenciais, como alimentação, saúde e educação.

Famílias que fazem parte do programa

A população alvo do Bolsa Família é constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, como dito antes.

São consideradas famílias extremamente pobres aquelas que têm renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa.

Enquanto isso, as pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa. As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

A família só entrará no programa, no entanto, se estiver dentro do perfil de renda exigido.

Como se inscrever no Bolsa Família

Primeiramente, para participar do programa é se inscrever no Cadastro único para programas sociais do Governo Federal. A inscrição deve ser feita no setor responsável pelo Bolsa Família ou Cadastro Único no município.

Depois de se inscrever no programa, as famílias recebem o dinheiro mensalmente. Contudo, em contrapartida, devem cumprir compromissos nas áreas de saúde e educação. O valor a receber varia conforme o número de membros da família, idade e renda.

A inscrição no Cadastro Único deve ser feita por uma pessoa da família, o Responsável Familiar, que precisa ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher. Para fazer o cadastro, é necessário apresentar CPF ou título de eleitor, além de algum documento dos outros integrantes da família.

Vale ressaltar que a inscrição da família no Cadastro Único não garante a entrada automática no programa. As famílias passam por uma seleção em um sistema informatizado.

Continue lendo:

1,3 milhão de benefícios do Bolsa Família foram cancelados em 2019

Ajude a fazer o Diário Prime News! Tem dúvidas, críticas ou sugestões de pauta? Fale conosco! Mande email para contato@dpnews.com.br  


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!