Saiba mais sobre o calendário emergencial Bolsa Família

0
21
Calendário auxílio emergencial: Bolsa Família cumprirá prazo próprio
Calendário auxílio emergencial: Bolsa Família cumprirá prazo próprio

Calendário emergencial Bolsa Família – Marcado para ser divulgado na última segunda-feira (06), o calendário que ordena as datas de pagamento do auxílio emergencial foi divulgado na manhã desta terça-feira (07). O governo, no entanto, além de divulgar as datas para os beneficiários receberem o valor do auxílio, divulgou os aplicativos oficiais do auxílio emergencial.

Contudo, somente os beneficiários que não tenham inscrição no CadÚnico e que não recebem pelo programa Bolsa Família é que devem efetuar o cadastro pelos aplicativos, disponíveis gratuitamente para os sistemas Android e iOS.

Leia também:

Quem tem direito ao saque emergencial FGTS 2020 pode receber até R$ 6,1 mil

Calendário auxílio emergencial: Bolsa Família cumprirá prazo próprio
Calendário auxílio emergencial: Bolsa Família cumprirá prazo próprio

Portanto, as datas para que o pagamento do auxílio emergencial possa ser sacado já foram determinadas.

Leia também:

Quem teve o Bolsa Famíla cancelado vai receber o auxílio emergencial? Entenda

Veja como será o Calendário emergencial Bolsa Família

O auxílio emergencial em razão da crise pelo novo Coronavírus (Covid-19) será pago em 3 parcelas, mas poderá ser prorrogado caso os impactos negativos na economia não sejam amenizados.

Segundo previsões do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, o pagamento dos R$ 600 aos trabalhadores informais deve começar na quinta-feira, dia 09.

Sobre o assunto, o ministro disse:

“[…] se Deus quiser, na quinta-feira (9) a gente começa a fazer o crédito desses recursos para essas famílias.”

Portanto, segundo o calendário, os primeiros que vão receber o auxílio serão as pessoas já inscritas no CadÚnico que não recebem o Bolsa Família e que tenham conta poupança Caixa ou conta corrente Banco do Brasil.

Os beneficiários do programa, dessa forma, receberão o auxílio seguindo o calendário do programa; ou seja, nos 10 últimos dias úteis do mês, segundo a numeração final do NIS (Número de Identificação Social).

Calendário das parcelas

As parcelas do auxílio emergencial estão divididas da seguinte forma:

Leia ainda:

Nesta terça (7) governo libera dinheiro para desempregados e autônomos; saiba mais

1ª parcela

  • Para os que estão no Cadastro Único que não recebem o recurso do programa e têm conta corrente no Banco do Brasil ou conta poupança na Caixa Econômica Federal: pagamento quinta-feira (9);
  • Pessoas que estão no Cadastro Único, mas que não recebem o recurso e não têm conta nos bancos citados: pagamento terça-feira (14 de abril);
  • Trabalhadores informais que não estão no Cadastro Único: pagamento em 5 cinco dias úteis após inscrição no programa de auxílio emergencial;
  • Beneficiários do Bolsa Família: últimos 10 dias úteis de abril, seguindo o calendário regular do programa que começa dia 16 de abril; veja o calendário:
Calendário auxílio emergencial: Bolsa Família cumprirá prazo próprio
Calendário auxílio emergencial: Bolsa Família cumprirá prazo próprio

2ª parcela

  • Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: pagamento entre 27 e 30 de abril;
  • Beneficiários do Bolsa Família: segue o calendário do programa.

3ª parcela

  • Pessoas que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: pagamento entre 26 e 29 de maio;
  • Beneficiários do Bolsa Família: segue o calendário do programa.

Portanto, se não acontecem novas mudanças, o pagamento do auxílio emergencial seguirá as datas mencionadas.

Veja também:

Saiba por que o aplicativo do Bolsa Famíla não está funcionando

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here