Como desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família; saiba mais

0
290
Como desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família; saiba mais
Como desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família; saiba mais - Imagem: Divulgação G1

Bolsa Família – Repassado desde abril para diversas categorias de beneficiários, o auxílio emergencial foi a alternativa que o governo encontrou para auxiliar e proteger a população mais afetada pela crise na saúde pública e na economia, em razão da pandemia pela Covid-19. Contudo, como desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família?

Como desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família; saiba mais
Como desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família; saiba mais – Imagem: Divulgação G1

Este é um questionamento feito por diversas pessoas que tiveram a quinta parcela do benefício bloqueada, ficando impedidas de sacar os valores. Tendo isso em vista, os beneficiários do Bolsa Família procuram respostas, pois perderam a assistência dos dois benefícios.

Portanto, confira maiores informações acerca e entenda como é possível desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família.

Leia também: Meu Bolsa Família foi cancelado, posso receber auxílio emergencial? Veja

Como desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família

Quando o governo anunciou o pagamento do auxílio emergencial em meados de abril, incluiu os beneficiários do Bolsa Família.

No entanto, os mesmos não poderiam acumular benefícios; ou seja, eles receberiam aquele cujo valor fosse maior.

Dessa forma, de acordo com dados da Caixa Econômica Federal (CEF), cerca de 95% dos atendidos pelo Bolsa Família migraram automaticamente para o auxílio emergencial, pois, eram elegíveis e recebiam do programa um valor inferior aos R$ 600 e R$ 1.200 (no caso de mães chefes de família).

Assim, quem passou a receber o auxílio emergencial, teve o Bolsa Família temporariamente substituído, como aconteceu com a grande maioria dos beneficiários.

Contudo, muitos usuários têm relatado por meio das redes sociais e meios digitais, que a quinta parcela do auxílio foi bloqueada. Embora eles tenham recebido as parcelas anteriores, não tiveram acesso a esta última, que foi encerrada na última segunda-feira (31/08).

O prazo para o saque do Bolsa Família, de acordo com o regulamento do programa, é de até 90 dias (3 meses). Após esse período, a parcela é bloqueada e o benefício pode ser também bloqueado.

Portanto, como desbloquear o auxílio emergencial do Bolsa Família? Em primeiro lugar, o beneficiário deve observar se não deixou de cumprir nenhum item do critério estipulado para receber o auxílio.

Isso porque o governo reavaliou as solicitações e excluiu os usuários que não continuaram atendendo aos requisitos de participação.

Em segundo lugar, caso todos os critérios continuaram sendo atendidos, tais como não trabalhar de carteira assinada ou não estar recebendo o Seguro-Desemprego, por exemplo, o beneficiário pode se dirigir a uma agência CEF para regularizar a sua situação.

Também é possível ligar para os números 111, 121, 0800 729 5285 ou 0800 707 2003. No entanto, na agência o procedimento poderá ser mais rápido e eficaz.

Leia ainda: Auxílio multiplica valor do Bolsa Família 2020 e auxilia beneficiários; veja

Auxílio emergencial será pago até dezembro

A priori, o auxílio emergencial seria pago durante três meses, mas em junho o governo decidiu prorrogar por mais dois meses, com os mesmos valores de R$ 600 e R$ 1.200.

No entanto, com a quinta parcela encerrada em agosto para os beneficiários do Bolsa Família, o governo decidiu pagar o auxílio por mais quatro meses, até o final do ano, mas com o valor reduzido.

Portanto, todas as cotas do auxílio emergencial a partir desse mês serão de R$ 300, para as pessoas aptas ao pagamento.

Veja agora: Tenho Bolsa Família e não recebi o auxílio emergencial; entenda mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here