Bolsa Família: quem abre o MEI perde o benefício? Saiba detalhes

0
578
Bolsa Família: quem abre o MEI perde o benefício?

03 de janeiro – O Bolsa Família é um programa do governo federal que tem como finalidade dar suporte a famílias em estado de vulnerabilidade financeira, visando, através da distribuição de renda, uma evolução da condição socioeconômica destas.

Já o MEI, por sua vez, é um programa do Governo Federal que visa a formalização no mercado de pequenos microempreendedores, como camelôs, marceneiros, cabeleireiros, sapateiros entre outros.

Contudo, muitas pessoas têm dúvida quanto ao processo de abertura do MEI, como uma possível perda do benefício do Bolsa Família. Entenda.

Bolsa Família: quem abre o MEI perde o benefício?

Bolsa Família: quem abre o MEI perde o benefício?Veja ainda:

Bolsonaro afirma que muitas famílias deixarão de ter acesso ao Bolsa Família em 2020

MEI pode receber o Bolsa Família

Quem é inscrito no programa do governo pode regularizar a sua atividade como MEI sem que perca o direito ao Bolsa Família, desde que seus ganhos se enquadrem no máximo exigido pelo governo.

Sendo assim, não será a abertura de uma pessoa jurídica que impedirá o recebimento do benefício, afinal, o critério de corte é a renda que a família possui.

Contudo, a tendência é que com a abertura do MEI a renda familiar cresça superando o valor de corte que, atualmente, é de R$ 178,00 mês por pessoa.

Além disso, o corte do Bolsa Família não acontece de maneira instantânea. A família que superar o valor máximo do programa continuará recebendo até a próxima atualização dos cadastros.

Assim, as pessoas terão um tempo para se estruturar de forma que essa transição aconteça com tranquilidade.

O Governo incentiva o empreendedorismo e concede microcrédito aos beneficiários do Bolsa Família

O Governo criou um programa que incentiva pessoas que recebem o Bolsa Família a empreender. Esse programa é chamado de Progredir.

O programa incentiva o empreendedorismo por meio do Microcrédito Produtivo que é um empréstimo, em dinheiro, oferecido ao beneficiário inscrito no programa, por meio de instituições parceiras.

O objetivo é melhorar, ampliar ou até mesmo incentivar a iniciar um negócio.

No entanto, o Progredir não busca apenas conceder crédito, mas também dar suporte empresarial com consultoria e capacitação para que o empreendimento se desenvolva de maneira correta.

Dessa forma, o governo espera que cada vez mais pessoas ganhem sua independência financeira e possam deixar de precisar do benefício social.

Cadastrando para ter acesso ao Microcrédito

Todos aqueles que estão inscritos no programa do Bolsa Família e desejam pegar o microcrédito do Programa Progredir, precisam acessar o site e se cadastrarem.

Mas é importante que o solicitante tenha o CPF vinculado ao Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal.

Vale salientar ainda que para ter acesso ao Microcrédito Produtivo será necessário uma avaliação de agentes financeiros, parceiros do Programa, que irão verificar a viabilidade do negócio, capacidade gerencial do microempreendedor e o valor necessário para crédito, antes de aprovar a operação.

Veja também:

Banco Santander oferece modalidade de empréstimo para MEI; Saiba mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here