Bolsa Família: programa disponibiliza crédito para os beneficiários montarem negócios

0
27
Empreendedor do Bolsa Família em sua mesa de escritório com cartão do Bolsa Família na mão
Bolsa Família: microcrédito para negócios

13 de dezembro – O Bolsa Família é o maior programa de transferência de renda do Brasil, que visa dar suporte a famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica. São enquadradas nessa situação pessoas com ganhos mensais de 1/2 até 3 salários mínimos.

Esse programa é responsável por atender cerca de 13 milhões de famílias em todo o país, disponibilizando uma ajuda média de R$ 178,44 com a intenção de suprir as necessidades mais básicas da população.

No entanto, desde 2016 que o Governo Federal tem o plano Progredir. Esse plano de governo é focado no desenvolvimento pessoal e por isso atua em 3 frentes:

  • Qualificação Profissional

  • Intermediação de Mão de Obra

  • Empreendedorismo

Entenda de que forma o plano Progredir pode te ajudar a se tornar um empreendedor.

Veja Ainda: É beneficiário do Bolsa Família? Confira calendário de pagamento e saiba quando sacar

Bolsa Família: programa disponibiliza crédito para os beneficiários montarem negócios
Bolsa Família: programa disponibiliza crédito para os beneficiários montarem negócios

O objetivo do Bolsa Família é proporcionar uma evolução da condição sócio econômica dos beneficiários

Para dar início ao projeto Progredir, o governo investiu cerca de R$ 3 bilhões e um dos destinos deste valor é um microcrédito específico para aqueles que participam do bolsa família e desejam empreender.

O programa incentiva o empreendedorismo por meio do Microcrédito Produtivo: um empréstimo, em dinheiro, oferecido ao microempreendedor inscrito no Bolsa Família, por meio de instituições parceiras.

O objetivo é melhorar, ampliar ou até mesmo poder iniciar um negócio.

No entanto, quem der entrada neste benefício não vai apenas receber o dinheiro do crédito, mas contará com o suporte de assistência técnica, consultoria e capacitação para empreender de maneira correta.

Assim, com essas medidas, o governo espera que cada vez mais pessoas que antes se encontravam em um estado de escassez, ganhe sua independência financeira e com isso não necessite mais do suporte do Bolsa Família.

Como ter acesso ao recurso

Abrindo um MEI (Microempreendedor Individual)

Umas das medidas que o programa incentiva você tomar, é formalizar o seu negócio através do MEI. Além disso, isso é feito gratuitamente através do do site www.portaldoempreendedor.gov.br.

Assim, com o MEI aberto, você terá todos os benefícios de uma pessoa jurídica, entretanto, com valores reduzidos de impostos.

As taxas pagas por quem é MEI são de:

Prestador de Serviços = R$ 54,90

  • R$ 49,90 de INSS

  • R$ 5,00 de ISS

Comércio e serviço = R$ 55,90

  • R$ 49,90 de INSS

  • R$ 6,00 de ISS

Comércio e Indústria = R$ 50,90

  • R$ 49,90 de INSS

  • R$ 1,00 de ISS

Se cadastrando para ter acesso ao Microcrédito

Todos aqueles que estão inscritos no programa do Bolsa Família e desejam pegar o microcrédito do programa progredir, precisam acessar o site e se cadastrarem.

Mas, é importante que o solicitante tenha o CPF vinculado ao Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal.

Contudo, Vale salientar que o processo para ter acesso ao Microcrédito Produtivo passará por avaliação de agentes financeiros, parceiros do Programa Bolsa Família, que irão analisar, entre outras coisas, a viabilidade do negócio e a necessidade de crédito, antes de aprovar a operação.

Veja Também:Empréstimo para MEI: Bradesco oferece microcrédito especial

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here