Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Nova versão do aplicativo do FGTS consulta saldo e gera outras facilidades; veja como baixar


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

28 de novembro de 2019– Quando o assunto é FGTS, o aplicativo da Caixa é uma das melhores maneiras de ficar atualizado. Através da ferramenta é possível acompanhar a movimentação da conta vinculada ao fundo de garantia e, ainda, tirar dúvidas sem sair de casa.

Além disso, com a nova versão, o aplicativo ficou mais moderno, com mais recursos e segurança. Saiba mais.

Aplicativo do FGTS disponibiliza consulta de saldo e outras funcionalidades
Aplicativo do FGTS disponibiliza consulta de saldo e outras funcionalidades | Foto Marcelo Camargo / Agência Brasil

O aplicativo do FGTS possui diversas funcionalidades

É possível consultar pelo aplicativo, o valor disponível para saque imediato e os canais de pagamento. Também é possível consultar extrato, saldo, ter informações e tirar dúvidas.

O aplicativo, na nova versão, possui algumas vantagens:

  • Consultar o valor para saque imediato;
  • Permite acesso pelo CPF;
  • Disponível para Android na Google Play;
  • Disponível para iPhone na App Store.

Veja também:

FGTS: Governo vai acabar com multa rescisória de 10%? Entenda o que vai mudar

Saiba como baixar o App FGTS da Caixa no celular

  1. Para celulares que usam Android, acesse a Google Play. Já para iPhones, as pessoas devem procurar na App Store;
  2. No campo de busca, digite FGTS;
  3. Toque no ícone branco com a marca do FGTS;
  4. Toque em instalar, depois em aceitar e aguarde a instalação.

Após baixar o aplicativo, em seguida, você deve acessar o aplicativo, para isso, siga esses passos:

  1. Abra o APP FGTS da Caixa no seu celular;
  2. Selecione a opção “Cadastre-se”;
  3. Preencha todos os dados solicitados: CPF, Nome Completo, Data de Nascimento, E-mail e cadastre uma senha de acesso
  4. A senha deve ser numérica, com seis dígitos. Para quem já usava o Aplicativo, pode repetir o mesmo número de senha que usava antes.
  5. Depois de incluir seus dados, clique no botão “Não sou um robô”.
  6. Você vai receber um e-mail de confirmação no endereço de e-mail informado por você. Acesse-o e clique no link que foi enviado.
  7. Após o cadastramento, abra o APP e informe o “CPF” e “Senha” cadastrada.
  8. Depois do Login, aparecerão algumas perguntas adicionais sobre a sua vida funcional.
  9. Após responder essas perguntas você deve ler e aceitar as condições de uso do Aplicativo, clicando em concordar.
  10. Pronto, agora você já pode usar o APP FGTS e desfrutar de todas as novidades e funcionalidades.

Razões para acompanhar os depósitos

Você sabia que o valor de sua conta do Fundo de Garantia tem correção mensal todo dia 10 de cada mês? Pois é, não é todo mundo que sabe. Por isso é importante que o depósito mensal na conta vinculada do FGTS de cada trabalhador seja feito em tempo oportuno pelo empregador. Isto é, até o dia 7 de cada mês.

O saldo dessas contas recebe atualização monetária mensal e juros de 3% ao ano, conforme previsão legal. Portanto, esses saldos têm rendimento a cada mês.

Em caso de omissão do empregador, ou seja, a empresa não depositar o valor de 8% sobre o salário bruto do empregado pertinente ao FGTS na data certa, o trabalhador poderá procurar uma Delegacia Regional do Trabalho (DRT). E se não for resolvida a omissão, pode entrar na Justiça.

Veja como funciona o saque das contas ativas e inativas do FGTS

Para quem tem conta poupança na Caixa, os saques começaram a partir de 13 de setembro; para quem não tem, começou desde 18 de outubro. Além disso, os saques estarão disponíveis até 31 de março de 2020.

O calendário de saques do FGTS foi organizado de acordo com o mês de aniversário do trabalhador. Será permitido, portanto, sacar de todas as contas que tenha no FGTS, ativas ou inativas.

As contas ativas dizem respeito ao emprego atual, ou seja, é a conta que está atualmente aberta pela empresa em que a pessoa está trabalhando. Já as contas inativas são aquelas que foram abertas em empresas que a pessoa já trabalhou anteriormente.

Limite de saque

Não há limite do número de contas para os saques. Por exemplo, se o trabalhador tiver três contas entre ativas e inativas ele pode sacar até R$ 1.500 – R$ 500 de cada conta.

Contudo, se tiver R$ 300 na conta, por exemplo, poderá retirar o valor total. Mas o trabalhador só poderá fazer um único saque de cada conta.

Vale lembrar, ainda, que o cidadão continuará a ter direito à retirada integral do valor do FGTS, em caso de demissão sem justa causa e mais a multa de 40% sobre o valor total depositado.

Veja ainda:

Caixa promove app para acesso de clientes de baixa renda ao Bolsa Família, FGTS, PIS etc

Ajude a fazer o Diário Prime News! Tem dúvidas, críticas ou sugestões de pauta? Fale conosco! Mande email para contato@dpnews.com.br  


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!