Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Mais Lidas

Todo mundo comentando

MEI tem direito a desconto na compra de carros: descubra como

Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

2O de janeiro– microempreendedor individual (MEI), é um trabalhador autônomo que formalizou o seu negócio. E esta formalização permite à este profissional alguns benefícios.

O MEI, independentemente da atividade que exerce e o tamanho do negócio pode obter descontos ao adquirir veículos através do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica).

Acompanhe agora quais os descontos oferecidos e regras para comprar um veículo em nome da empresa.

Leia mais: MEI: confira 4 mudanças que já estão valendo para 2020

MEI

MEI tem direito a desconto na compra de carros: descubra como

Qual o desconto para o MEI?

O desconto sobre a compra costuma variar de 2,5% a 30%, de acordo com a negociação realizada com a montadora escolhida.

E o valor do desconto também pode variar de acordo com a atividade profissional do comprador. Empresas de transporte costumam obter descontos maiores.

Outra informação é que o desconto obtido sobre o valor do veículo também será descontado do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias). O auto adquirido pelo MEI só poderá ser um veículos 0km.

Veja também: DAS-MEI tem alteração no valor de pagamento em 2020; veja o cálculo

Revenda proibida

Em face da vantagem para se adquirir um veículo para o seu negócio, o MEI não pode revendê-lo a terceiros por um determinado espaço de tempo.

Portanto, para evitar a utilização indevida do desconto a legislação obriga o MEI a permanecer com o bem por pelo menos 12 meses.

Desta forma, por mais que ao término do prazo o microempreendedor decida vender o carro, terá nesse caso as chances de obtenção de lucro direito bastante diminuídas.

Isso porque após 12 meses de uso o veículo já terá sofrido uma considerável desvalorização de preço no mercado.

Documentação do veículo

Quando o MEI compra um automóvel toda a documentação permanece em nome da empresa, logo é necessário um cuidado ainda maior em relação aos débitos e qualquer atraso ou não pagamento de taxas e impostos podem causar restrições àquele determinado CNPJ.

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) informou que no primeiro semestre de 2019 a compra de carros por empresas registraram um aumento de 23% em relação ao mesmo período de 2018.

Ajude a fazer o Diário Prime News! Tem dúvidas, críticas ou sugestões de pauta? Fale conosco! Mande email para contato@dpnews.com.br  


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!