MEI: 5 etapas fundamentais para abrir um negócio de sucesso

0
28
MEI: 5 etapas fundamentais para abrir um negócio de sucesso
MEI: 5 etapas fundamentais para abrir um negócio de sucesso

Se tornar um MEI (Microempreendedor Individual) de sucesso, pode ser muito mais que uma alternativa ao desemprego. Pode ser a realização do sonho de ter o próprio negócio ou até mesmo atender uma oportunidade única que surge e, portanto, deve ser aproveitada.

Com base nos melhores conteúdos sobre empreendedorismo do SEBRAE e Endeavor Brasil, criamos um roteiro abordando as principais etapas que devem ser seguidas, para aumentar as chances de sucesso do microempreendedor.

MEI: 5 etapas fundamentais para abrir um negócio de sucesso
MEI: 5 etapas fundamentais para abrir um negócio de sucesso

Ser um MEI de sucesso exige conhecimentos fundamentais

Todo bom empreendedor de sucesso, independentemente do tamanho do seu negócio, reúne alguns conhecimentos e habilidades, que são essenciais para administrar uma empresa.

É preciso entender o mercado de atuação, o público alvo, estratégias de marketing, boas noções de gestão administrativa e financeira, além de um toque de inovação.

Além disso, é preciso que o MEI tenha em mente que grande parte da sua jornada empreendedora ele fará sozinho. Portanto adquirir conhecimentos será fundamental.

Conheças as Etapas

1ª Definir o negócio que vai abrir. É preciso entender o que está fazendo!

As chances de qualquer negócio vir a dar certo, depende muito do conhecimento do empreendedor no segmente de atuação.

Portanto, nessa hora, é aconselhável não abrir um negócio no qual ainda não domina suficientemente.

O microempreendedor deve procurar por algo que esteja acostumado a fazer, já tenha alguma experiência anterior de trabalho e goste de executar. Assim, alcançar um bom nível de qualidade será bem mais fácil.

Veja algumas ideias que podem ser aproveitadas para abrir uma MEI:

  • Loja virtual (podendo vender até produtos de terceiros, sem ter estoque);
  • Venda de doces e sobremesas para festas;
  • Cuidador de animais domésticos;
  • Venda de roupas usadas;
  • Gestão de aluguel de quartos (usando a plataforma do Airbnb).

Vale a pena também pesquisar o segmento de Microfranquias, confira nosso artigo sobre o assunto.

2ª Veja se você tem perfil

Um perfil empreendedor exige antes de tudo determinação, persistência e disciplina.

Portanto veja se possui essas virtudes ou ainda se está disposto a desenvolvê-las.

Ser dono do próprio negócio, não quer dizer, necessariamente, que você tenha menos trabalho do que estar empregado em alguma empresa. Ser um MEI é estar preparado para desempenhar várias atividades ao mesmo tempo.

Saiba que é possível fazer ótimos cursos gratuitos e online. Confira nosso artigo com indicações de cursos da FGV (Fundação Getúlio Vargas) e Fundação Bradesco.

3ª Reúna informações sobre o negócio que vai abrir

Será necessário pesquisar bastante e organizar todas as ideias num plano de negócios. Esse documento vai servir como um mapa organizado das ideias.

Caso deseje verificar um modelo, clique aqui para baixar um do SEBRAE.

Algumas das informações que serão importantes levantar, são referentes a:

  • Mercado;
  • Finanças;
  • Marketing.
  • Localização do empreendimento.

4ª Saiba como conseguir crédito para o seu negócio

Algumas questões precisam ser respondidas, antes de se pegar um empréstimo. Por isso, o planejamento é fundamental:

  1. Por que existe a necessidade do financiamento?
  2. De quanto preciso?
  3. Como pagar o empréstimo?
  4. O autofinanciamento (usar recursos próprios) é possível?

Obter um empréstimo, nesse primeiro momento, pode não ser possível, então, é fundamental saber se será possível montar o negócio sem contar com o dinheiro de um empréstimo.

As linhas de crédito mais utilizadas no mercado são:

O PROGER (Programa de Geração de Emprego e Renda): auxilia o investimento de longo prazo a pequenos negócios.

Fundos Constitucionais de Financiamento: são operados por diferentes instituições financeiras. FCO, FNE e o FNO.

5ª Formalize o negócio e comece a trabalhar

Se após concluir todo o levantamento de informações e ter analisado a viabilidade do negócio, chegou à conclusão que virar um MEI é uma boa oportunidade, então, está na hora de formalizar o negócio.

Acesse o Portal do Empreendedor-MEI, do lado esquerdo há a opção de QUERO SER um Microempreendedor Individual; clique no botão formalize-se.

Em seguida, na página que irá se abrir, novamente, clique na opção formalize-se e então, siga com as instruções passo a passo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here