Sicoob, Sicredi entre outras: cooperativas de crédito podem ser opção de dinheiro barato; entenda

0
32
Sicoob, Sicredi entre outras: cooperativas de crédito podem ser uma opção de dinheiro barato; entenda
Sicoob, Sicredi entre outras: cooperativas de crédito podem ser uma opção de dinheiro barato; entenda

Talvez você já tenha ouvido falar em Cooperativa de Crédito e queira ter acesso às vantagens que pode trazer: taxas de juros reduzidas, rendimentos normalmente superiores aos de mercado e atendimento diferenciado. Neste artigo você vai entender mais sobre esse assunto.

Sicoob, Sicredi entre outras: cooperativas de crédito podem ser uma opção de dinheiro barato; entenda
Sicoob, Sicredi entre outras: cooperativas de crédito podem ser uma opção de dinheiro barato; entenda

O que é uma cooperativa de crédito?

A Cooperativa de Crédito é uma instituição financeira baseada na ajuda mútua dos seus integrantes, para o desenvolvimento dos negócios.

Neste caso, você passa a ser um dos donos da própria cooperativa, sendo necessário, portanto, dedicação para que ela funcione bem.

Veja os tipos de serviços que as cooperativas oferecem

Como a Cooperativa é um tipo de instituição financeira, ela possui os mesmos tipos de produtos e serviços fornecidos pelos bancos tradicionais; tais como:

  • Conta correntes e conta poupança;
  • Cartão de crédito e débito;
  • Saques;
  • TED e DOC;
  • Empréstimos e financiamentos.

Sicoob, Sicredi entre outras: conheça as principais cooperativas de crédito do país

No Brasil, as principais Cooperativas de Crédito são:

    • Sicredi;
    • Sicoob;
    • Ascoob;
    • Cresol;
    • Unicred;
    • Uniprime.

Leia ainda:P2P da Mutual: conheça detalhes sobre o empréstimo até 3 vezes mais barato do que de bancos tradicionais

Por que é seguro fazer parte de uma cooperativa?

Fazer parte de uma Cooperativa é seguro pois elas estão baseadas na Lei 5.764/71 que foi criada pelo Banco do Central.

Por isso, assim como os bancos tradicionais, as Cooperativas de Crédito precisam respeitar a Lei 7.492, dos Crimes Contra o Sistema Financeiro Nacional.

Isso significa que as instituições precisam agir de forma responsável, medindo o impacto econômico nacional.

Como se tornar um associado

Para se tornar um associado de uma Cooperativa de Crédito você precisa apresentar os seguintes documentos:

  • Documentos oficial com foto (identidade, CNH ou carteira de trabalho);
  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda;
  • Se for casado, é preciso ter certidão de casamento e os documentos do cônjuge (CPF e RG);

Feito isso, é necessário analisar o estatuto da Cooperativa, afinal, são instituições sem fins lucrativos, que precisam ser cuidadas por todos os associados. É imprescindível que você esteja ciente disto antes de se associar.

Depois que envia seus documentos e analisa o estatuto, o próximo passo é fazer o depósito; a transferência da contribuição referente a categoria de associado que deseja fazer parte.

Afinal, é esse recurso que vai servir para manter e desenvolver os serviços prestados pela Cooperativa.

Cooperativas fazem parte das garantias de crédito do Banco Central

Todo banco tem uma garantia no seu financiamento, ou empréstimo, de até R$ 250 mil por pessoa, conhecida como FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

Assim, caso o banco não consiga honrar com valor, você é beneficiado pela garantia.

Por isso, apesar das cooperativas serem uma instituição fechada para um grupo, elas também são regularizadas pelo Banco Central, ou seja, possuem a própria garantia, o FGCOOP, que possui a mesma cobertura que a dos bancos tradicionais.

Leia ainda:Bancos oferecem linha de crédito pessoal com menores juros para pagar dívida do cheque especial

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here