Caixa bloqueia CPF? Entenda sobre a polêmica que circula nas redes sociais

0
389
Caixa bloqueia CPF? Entenda se isso é verdade ou mentira
Caixa bloqueia CPF? Entenda sobre a polêmica que circula nas redes sociais

Uma mensagem viralizou no Whatsapp durante as últimas semanas afirmando que a Caixa bloqueia CPF de quem efetuou compras de aparelhos eletrônicos com o dinheiro do Auxílio Emergencial. Mas será que isso procede? Será mesmo que o banco público estaria tomando essa atitude. A polêmica foi criada.

Leia mais:

Caixa bloqueia CPF? Entenda se isso é verdade ou mentira
Caixa bloqueia CPF? Entenda sobre a polêmica que circula nas redes sociais

Na mensagem divulgada e compartilhada por milhares de usuários do aplicativo Whatsapp, é mostrada a logomarca da Caixa com uma suposta nota oficial do banco, afirmando sobre sua iniciativa em relação ao Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos cidadãos.

Caixa bloqueia CPF? É verdade ou se trata de fake news?

Não é verdade. O banco público já informou que não emitiu nenhum comunicado referente a uma suposta fiscalização do uso do dinheiro do auxílio emergencial.

Em nota, o banco federal diz que,

“…a lei 13.982/2020, regulamentada pelo decreto 10.316/2020, que instituiu o auxílio emergencial do governo federal, não impõe a forma como o beneficiário deverá utilizar os recursos”.

Isto é, o dinheiro poderá ser usado conforme o cidadão julgar necessário.

Leia também:

Auxílio Emergencial

O auxílio é disponibilizado para trabalhadores informais, desempregados e microempreendedores individuais que fazem parte do público-alvo da medida. Ou seja, que cumpram os requisitos de renda estipulados pelo governo.

Até essa última quarta-feira (29), o número atualizado era de 50 milhões de pessoas aptas a receber o benefício, somando R$ 35 bilhões repassados – já considerando os créditos dessa quinta-feira (30).

O aplicativo do Auxílio Emergencial conta com 67,5 milhões de download; o Caixa Tem ultrapassa 64,7 milhões. Além disso, o site auxilio.caixa.gov.br superou a marca de 503,2 milhões de visitas.

Leia ainda:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here