Mais Lidas

Todo mundo comentando

Solicitação de Marco Aurélio Mello mostra que o STF sentiu a pressão do povo

Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

Na tarde dessa segunda-feira (04) o Ministro Marco Aurélio Mello fez uma importante solicitação ao Presidente do STF: que os pedidos urgentes contra atos de outros Poderes da República sejam submetidos à avaliação do Plenário da Côrte. A solicitação foi feita de maneira oficial e bem recepcionada por Dias Toffoli. Ele de imediato encaminhou a proposta à Comissão de Regimento do STF para análise da mesma. A informação foi dada pelo Twitter do STF.

Ao tomar conhecimento de tal atitude, corre-se um sério risco: de se pensar que o STF está tendo consciência de que as decisões monocráticas são incabíveis nesse sentido. Porém, a verdade é que a Côrte foi praticamente obrigada a ver as coisas a partir desse ângulo. Isso porque a sociedade reagiu de maneira dura e essa pressão os fez “colocar as barbas de molho”. Portanto, Marco Aurélio Mello e Dias Toffoli mostram que entenderam o recado das ruas: queremos que os Poderes da República trabalhem unidos, porém com total independência.

Dentro dessa perspectiva a realidade é que o povo está conseguindo colocar freios no STF. A instituição está reconhecendo que  também não pode agir de maneira arbitrária. E por isso está fazendo essa autoanálise. Claro que não significa que todas as decisões serão acertadas. Entretanto, o fato de ser submetida ao Plenário da Côrte dá maior impessoalidade ao ato.

Você pode gostar: Carlos Bolsonaro enquadra Sérgio Moro.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!